Laura Jane Grace (Against Me!) em San Francisco
Foto de Laura Jane Grace via Shutterstock

Por Denor Sousa

A partir dessa sexta-feira (19), mais um estreante muito aguardado finalmente desembarca no Brasil. O punk rock da banda americana Against Me!, liderada pela incrível Laura Jane Grace, vai passar por Curitiba (19/10 no Jokers), São Paulo (20/10 no Carioca Club) e Natal (21/10 na festa de abertura do Festival DoSol 2018).

Com certeza um dos shows mais esperados e candidato seríssimo a um dos melhores do ano. Duvida?

Vamos a alguns motivos pra você não perder a primeira vez do Against Me! no Brasil.

1Transgender Dysphoria Blues

Em 2014 a banda lançou o icônico disco que marcava o retorno do grupo após três anos sem lançamentos inéditos. Transgender Dysphoria Blues entrou em várias listas de melhores do ano em sites especializados e virou realmente um clássico obrigatório.

2Prazer, Laura Jane Grace

Ainda falando sobre Transgender Dysphoria Blues, o icônico disco entra pra história ao marcar a “estreia” de Laura Jane Grace (antes Tom Gabel) nos vocais.

Em 2012, Laura se assumiu uma mulher transgênero, trazendo consigo uma grande carga emocional e sinceridade impressionantes nas letras do disco. Elas contam boa parte das experiências durante o seu processo de transição revelado, na época, através de uma entrevista para uma revista americana.

3Ativismo trans

Laura Jane Grace é uma das maiores ativistas na luta pelos direitos dos transgêneros. A vocalista lançou recentemente a sua biografia, Tranny: Confissões da Anarquista Mais Infame e Vendida do Punk Rock, também lançada no Brasil, que foi classificada pela Billboard como um dos cem melhores livros de música em todos os tempos.

Laura também esteve à frente da websérie True Trans, que conta a história de pessoas transgêneros e que foi indicada ao Emmy em 2015.

4Shape Shift With Me

Em 2016, o Against Me! emplacou mais um grande lançamento, super bem recebido e elogiado pela crítica.

Shape Shift With Me foca em questões sobre relacionamentos pessoais, mas com a mesma intensa carga emocional de Laura nas letras.

5E, é claro, o show!

Com um show explosivo, público cantando todas as frases, o setlist da atual turnê passeia por toda a discografia, composta por sete discos de estúdio. Clássicos como “Pints Of Guinness Make You Strong”, “Cliché Guevara” e “I Was A Teenage Anarchist” não saem do repertório para a alegria dos fãs, incluindo os mais saudosistas.

Na estreia da turnê na América do Sul, na última segunda-feira (15), no Chile, o disco que teve mais músicas no setlist foi New Wave, de 2010, com as músicas “Americans Abroad”, “New Wave”, “The Ocean”, “Up The Cuts” e “White People For Peace”.

Agora é curtir um dos shows ou todos, se possível! Com Laura lançando alguns singles já em carreira solo, como o seu novo projeto Laura Jane Grace & The Devouring Mothers que também fará shows em território brasileiro! –, fica difícil prever quando teremos outra chance de ver o Against Me! em ação por aqui.

Confira todas as informações sobre a passagem do grupo no Brasil clicando aqui.

Compartilhar