Ross Butler e Courtney Love
Foto: Wikimedia Commons
 

Loucura total no caso que envolve o ex-marido de Frances Bean Cobain, Courtney Love e uma suposta tentativa de assassinato.

O ator Ross Butler, de séries como 13 Reasons Why e Riverdale, teve de negar na justiça que tenha conspirado junto da cantora para matar Isaiah Silva. Como te contamos por aqui, o músico moveu um processo contra Love alegando que ela e uma série de amigos teriam invadido sua casa, tentado matá-lo e hackeado seu celular.

Como aponta a Stereogum, Butler explicou ao juiz que esteve sim na casa de Silva, mas que em nenhum momento houve qualquer tipo de agressão. Em Junho de 2016, o ator e Sam Lufti, empresário de Courtney Love, foram à casa que o então casal dividia após receberem mensagens estranhas. Ao chegar lá, segundo o ator, as janelas estavam tampadas por cobertores, e eles teriam sido atendidos calmamente por Isaiah Silva.

Ainda de acordo com Ross Butler, tanto a casa quanto o músico estavam com um odor forte, e a polícia foi chamada por um quarto homem na cena para verificar se tudo estava bem.

Vale lembrar que Silva saiu vitorioso de uma disputa judicial com Frances Bean Cobain e ficou com o famoso violão que Kurt Cobain usou no acústico do Nirvana. Frances chegou a postar um poema bastante direto e afiado se dirigindo ao ex-marido, e também negando as acusações dela contra sua mãe, Courtney. De acordo com o cara, sua casa teria sido invadida para que o violão fosse recuperado.

A próxima audiência referente ao caso acontece no dia 7 de Dezembro.

LEIA TAMBÉM: “Obcecado por Kurt Cobain”: surgem mais detalhes do processo movido pelo ex-marido de Frances Bean