Kanye West e Leonard Cohen
Foto: Wikimedia Commons
 

É, Kanye West, sua lista de “admiradores” só aumenta, e agora até o falecido Leonard Cohen entrou na conta.

Na última semana uma coleção intitulada The Flame, contendo vários poemas e letras escritas pelo músico antes de morrer em Novembro de 2016, foi lançada. Com ela veio um poema chamado “Kanye West Is Not Picasso” (em português, “Kanye West não é Picasso”), uma clara crítica ao rapper.

A peça foi escrita em Março de 2015, como uma resposta aos comentários de West na  Oxford University, onde teria se comparado ao pintor.

Leia a tradução abaixo e confira a versão original no tweet ao fim da publicação.

Kanye West não é Picasso
Eu sou o Picasso
Kanye West não é Edison
Eu sou o Edison
Eu sou o Tesla
Jay-Z não é o Dylan de nada
Eu sou o Dylan de nada
Eu sou o Kanye West do Kanye West
O Kanye West
Da grande mudança de mentira da cultura da besteira
De uma butique para outra
Eu sou Tesla
Eu sou sua bobina
A bobina que fez a eletricidade tão macia quanto uma cama
Eu sou o Kanye West que Kanye West pensa que ele é
Quando ele tira sua bunda do palco
Eu sou o Kanye West de verdade
Eu não apareço por aí mais tanto assim
Nunca o fiz
Eu ganho vida apenas após uma guerra
E não tivemos uma ainda

LEIA TAMBÉM: Kanye West achou uma foto de avião no Google e mostrou como projeto sério para Donald Trump

 
 
Compartilhar