Soundgarden
 

O Soundgarden não deve mais voltar à ativa depois da trágica morte de Chris Cornell, segundo Kim Thayil.

Em recente entrevista com o Seattle Times (via CoS), o guitarrista deixou claro que os membros remanescentes ainda querem trabalhar juntos, mas não mais sob o nome da banda.

Leia um trecho:

Eu acho que não há nada que nós tenhamos considerado realmente neste ponto. Quando digo ‘neste ponto’, eu quero dizer talvez para sempre. Eu realmente não sei que tipo de coisa é possível ou o que nós consideraríamos no futuro. Muito provável que nada. Nós quatro éramos aquilo. Havia quatro de nós e agora há três de nós, então não é provável que há muito o que fazer além do catálogo [que já temos] agora.

Thayil está atualmente trabalhando ao lado da Sub Pop para reunir compilações do Soundgarden que devem contar com apresentações ao vivo e até inéditas.

Quem também se pronunciou sobre o futuro do Soundgarden foram o baterista Matt Cameron e o baixista Ben Shepherd. Os dois também afirmam que querem trabalhar juntos, mas não devem continuar com o grupo.

Chris Cornell se foi aos 52 anos em Maio de 2017, vítima de um suicídio.

LEIA TAMBÉM: Chris Cornell: box com faixa inédita é anunciado; ouça “When Bad Does Good”