Cópia de Banksy triturada pelo dono
 

Você deve ter acompanhado nos últimos dias as notícias a respeito da pegadinha que o artista Banksy aplicou em uma casa de leilões.

Assim que a sua obra “Girl With Balloon” foi leiloada por 1 milhão de libras (ou cerca de 5 milhões de reais) na Inglaterra, ela passou a emitir um alarme sonoro e se autodestruiu, com um triturador instalado pelo próprio e explicado por aqui.

Você também deve ter visto aqui no TMDQA! que após a pegadinha, estima-se que a obra tenha dobrado seu valor, rendendo ao novo dono nada mais, nada menos do que 2 milhões de libras ou cerca de 10 milhões de reais.

Acontece que o dono de uma das 600 cópias da obra no mundo resolveu que se ele triturasse a sua arte avaliada em 40 mil libras (ou cerca de 200 mil reais), ele também poderia vendê-la pelo dobro, já que a arte original teve esse efeito ao ser triturada.

Obviamente não dá pra comparar o próprio artista detonando sua arte em público através de um sistema escondido na moldura e o dono de uma cópia a triturando em casa com um estilete, e especialistas dizem que ao invés de valorizá-la, o cara acabou a encaixando no que é chamado de “vandalismo oportunista”. Como resultado, hoje ela deve valer uma libra, ou cerca de 5 reais.

É, amigos, esse rapaz tentou se dar bem, sacou um estilete e acabou perdendo 199.995 reais no processo. Alguém dá um prêmio pra ele?

LEIA TAMBÉM: Tom Waits grava música instrumental para hotel de Banksy

     
 
FonteNME
Compartilhar