Spotify em smartphone
Foto via Shutterstock
 

Boa notícia! O Spotify anunciou nesta quinta-feira (20) que, a partir de agora, vai começar a permitir que artistas independentes disponibilizem seu material diretamente na plataforma.

O modelo está disponível por enquanto apenas nos Estados Unidos e para artistas selecionados que receberam convites. Nesta nova definição, um artista ou banda não precisa de uma gravadora ou selo intermediando a ação, e poderá receber seus lucros diretamente da plataforma.

As ferramentas foram criadas com a consultoria de artistas independentes, entre eles a rapper Noname e o DJ Michael Brun.

No geral, o Spotify paga 52% da renda gerada por audição para a gravadora responsável pelo artista, que repassa em torno de 15% ou 50% para ele. Com essa nova estratégia, o intérprete recebe o valor integral.

Ainda não sabemos quando essa funcionalidade chegará por aqui, mas atualizaremos com a informação assim que possível.

     
 
FonteConsequence of Sound
Compartilhar