Justin Bieber com a camiseta do Nirvana
Foto de Justin Bieber via Shutterstock
 

Quem acompanha notícias sobre o mundo da música há alguns anos se lembra muito bem da fase porra-louca de Justin Bieber.

O cantor, que ganhou fama quando era apenas uma criança e cresceu no estrelato, teve momentos bem selvagens — e questionáveis, também — com relação a comportamento e às drogas.

Agora, em uma entrevista ao podcast The Red Pill, o empresário de Bieber, Scooter Braun, abriu o jogo sobre essa época.

Houve um tempo em que eu ia dormir quase todas as noites — quando ele tinha dinheiro para viajar para longe de mim — e eu me preocupava toda noite [achando] que ia perdê-lo. Eu pensei que ele fosse morrer. Eu pensei que ele fosse dormir uma noite e que ele teria tanto lixo em seu sistema que ele não acordaria na manhã seguinte.

Em 2014, aos 20 anos de idade, Justin Bieber foi preso por dirigir alcoolizado, além de ter participado de vários casos de violência e vandalismo. À época, muitos acusavam o cantor também de tratar mal seus fãs, incluindo uma ocasião em que cuspiu em alguns deles.

O último disco de Bieber é o ótimo Purpose, de 2015.

 
FonteBillboard
Compartilhar