Azedou o caldo do Black Sabbath. Isso porque Ozzy Osbourne resolveu colocar a boca no trombone para falar sobre o clima da banda durante seus shows de reunião.

Em uma nova entrevista com o The Inquirer, o cantor revelou que retornar ao grupo não foi tão divertido quanto parece, reforçando ainda que prefere sua carreira solo.

Leia:

Não tive um bom momento. Eu passei nove ou dez anos no Sabbath, mas estive longe deles por mais de 30 anos. Com eles, sou apenas um cantor. [Sozinho], posso fazer o que quero fazer. Eu estava sentindo vibrações ruins deles por ser o Ozzy. Sei lá — que outra merda eu poderia ser?

Ozzy Osbourne está na sua segunda “turnê de despedida” — que pode nem ser a última –, e passou pelo Brasil neste ano. Sobre sua decisão, o músico declarou:

O que eu estou parando de fazer é o que estou fazendo agora — viajar ao redor do mundo o tempo todo. Eu gostaria que as pessoas entendessem que não estou me aposentando. É meu sotaque inglês ruim? A turnê é chamada ‘No More Tours’. Não diz ‘sem turnês nunca mais’. […] Tenho netos com quem quero passar mais tempo.

O Black Sabbath também passou por aqui duas vezes após sua reunião, entre 2013 e 2016. Segundo o guitarrista Tony Iommi, a banda poderia voltar em 2022… mas será que vai rolar mesmo?