Armageddon
 

Post por Filipe Rodrigues

Parece que foi ontem… o ano de 1998 trouxe a Copa do Mundo em que a França derrotou o Brasil por 3 a 0, nasceram Jaden Smith, Shawn Mendes, Paris Jackson e mais uma infinidade de celebridades hoje muito famosas, e nos deixaram artistas como Frank Sinatra, Tim Maia e Leandro (da dupla Leandro e Leonardo). Para sentir ainda mais o peso da idade, listamos alguns filmes que entraram em cartaz em 98 e que, consequentemente, estão completando 20 anos!

O Homem da Máscara de Ferro

O Homem da Máscara de Ferro

Quem adorava assistir a O Homem da Máscara de Ferro na Sessão da Tarde nem ligava para o fato do filme ter sido um fracasso de críticas na época do seu lançamento. Leonardo Di Caprio novinho e os Três Mosqueteiros dando seus rolês pelo século XVII era muito bom! Talvez seja culpa da “Regra dos 15 Anos”: é provável que você passe a não gostar de obras que tenha assistido antes dos quinze anos de idade se assisti-las novamente hoje, pois pessoas com menos de quinze anos gostam de coisas bem duvidosas.

Na dúvida, deixemos O Homem da Máscara de Ferro na memória afetiva com um gosto de que era bom.

Impacto Profundo

Impacto Profundo

Falando em Sessão da Tarde, Impacto Profundo certamente foi um dos filmes mais reprisados no começo dos anos 2000. A trama catastrófica tinha Morgan Freeman como presidente dos Estados Unidos, Elijah Wood pouco antes de estourar com Senhor dos Anéis, Steven Spielberg como produtor executivo e algo raro para a época: uma diretora mulher, Mimi Leder.

O problema foi ter sido lançado no mesmo verão de um concorrente gigante…

Armageddon

Armageddon

Foi até desproporcional o tamanho da produção de Armageddon em relação a Impacto Profundo. Michael Bay na direção (logo depois ele lançaria Pearl Harbor), Jerry Bruckheimer na produção, elenco com Bruce Willis, Ben Affleck, Liv Tyler, Owen Wilson, Steve Buscemi, trilha sonora do Aerosmith

A história dos operários petrolíferos que tentaram salvar a Terra de um meteoro custou 140 milhões de dólares para ser produzida, mas arrecadou incríveis 553 milhões, tornando-se o filme mais assistido daquele ano. Essa foi uma grande conquista, tendo em vista a concorrência de…

O Resgate do Soldado Ryan

O Resgate do Solado Ryan

Filme de guerra ambientado na Batalha da Normandia, na II Guerra Mundial, dirigido por Steven Spielberg, estrelado por Tom Hanks e Matt Damon, trilha sonora de John Williams e fotografia de Janusz Kaminski (vencedor do Oscar em 1994 por A Lista de Schindler). Só podia dar certo e, como podemos atestar 20 anos depois, deu muito certo!

Foram onze indicações ao Oscar com cinco prêmios; dois Globos de Ouro; dois BAFTA; um Grammy (pela trilha sonora, claro) e três MTV Movie Awards. Apesar de a bilheteria de Armageddon ter sido maior, O Resgate do Soldado Ryan foi o filme mais rentável daquele ano, pois arrecadou US$ 481 milhões e custou “apenas” US$ 70 milhões.

O Show de Truman

O Show de Truman

Outro clássico que estreou em 1998 foi O Show de Truman, filme que explorou uma face mais dramática de Jim Carrey, até então conhecido por comédias esdrúxulas como Ace Ventura, Débi & Lóide e O Máskara. O roteiro de Andrew Niccol (que antes havia feito Gattaca e depois engatou grandes sucessos como O Terminal e O Senhor das Armas) trazia Truman Burbank como protagonista de um programa de TV que acompanhava sua vida 24h por dia, sem que ele soubesse que vivia em uma realidade simulada.

A trama extremamente atual motivou debates sobre a influência do entretenimento na sociedade, realidades artificiais e afins.

Dr. Dolittle

Dr. Dolittle

Deixando os filmes mais cabeça para lá, um verdadeiro clássico da falta de sentido: Dr. Dolittle. Esse foi o primeiro remake do original de 1967, já com Eddie Murphy antes de ver sua carreira degringolar. A história, caso você não se lembre, era sobre um médico que viu sua habilidade de falar com animais renascer após quase atropelar um cachorro. Daí para a frente ele teve que lutar para decidir se abraçava seu dom ou cedia à pressão e tratava isso apenas como loucura. Acredite, com essa premissa simples, Dr. Dolittle arrecadou 294 milhões de dólares e Eddie Murphy se mantinha, assim, como um dos maiores atores da época.

Depois de continuações tenebrosas, 2019 parece que vai trazer consigo um Dr. Dolittle de respeito novamente, na pele de Robert Downey Jr. O elenco vai ter ainda Emma Thompson, Selena Gomez, Kumail Nanjiani, John Cena, Ralph Fiennes, Octavia Spencer, Rami Malek, Tom Holland e Marion Cotillard, entre outros.

A Hora do Rush

Hora do Rush

Ah, os filmes com Jackie Chan… Que saudade! A Hora do Rush ainda fez o favor de colocar Chris Tucker ao seu lado e o que se viu foi um dos filmes mais divertidos da década. A história era o que menos importava, para ser sincero. A graça estava mesmo na química entre os protagonistas, que faziam as sequências de ação e os diálogos ficarem ainda melhores.

Foram feitas ainda mais duas continuações, a última delas em 2007, mas podem comemorar: no começo deste ano, Chris Tucker confirmou que A Hora do Rush 4 está sendo feito! É pra glorificar de pé!

Mulan

Mulan

Para fechar, não podia faltar uma animação da Disney. Mulan foi o filme do estúdio em 1998 e, claro, foi um sucesso absoluto. Além dos 304 milhões de dólares arrecadados, foram conquistadas indicações ao Globo de Ouro e ao Oscar. A história era adaptada de um conto muito popular na China: uma garota que treinou para substituir seu pai doente na guerra, mas que, para isso, teve que se disfarçar e fingir que era um homem.

Como tem acontecido com títulos da Disney (como Mogli e Tarzan), Mulan vai ganhar um filme live-action. E nada de whitewashing: a protagonista será vivida pela atriz chinesa Liu Yifei.

Ouça o novo disco de Caetano Veloso!