Ariana Grande é assediada por Pastor
Foto: Reprodução / YouTube
 

Hoje aconteceu em Detroit o funeral da cantora Aretha Franklin, a Rainha do Soul.

Digno de uma das maiores estrelas da história da música, o evento contou com diversos nomes importantes da sociedade norte-americana e também teve uma performance da jovem cantora Ariana Grande, que mais uma vez cantou o hit “Natural Woman”, como já tinha feito na televisão.

O problema é que a abordagem de um pastor em relação à cantora está dando o que falar e pelos piores motivos.

Primeiro porque o cara fez uma piada considerada inapropriada para o momento quando disse que era velho e estava tão por fora da música jovem que quando viu o nome “Ariana Grande” na programação do funeral, “achou que era um novo item no cardápio do Taco Bell”.

A comparação com a rede de fast food que serve comida mexicana foi vista como racista por muita gente, sem contar que veio no meio de um funeral.

Além disso, como o vídeo abaixo bem mostra, o pastor Charles Ellis passou um bom tempo apertando a cantora com uma das mãos e ela ficou claramente desconfortável, sem saber o que fazia já que não poderia simplesmente sair dali ou pedir para ele parar com o que vinha fazendo no meio de uma cerimônia.

Como você pode ver na sequência, a mão do pastor está bem próxima de um dos seios de Ariana Grande e os fãs da cantora demonstraram seu descontentamento com a postura do pastor colocando a hashtag #RespectAriana entre as mais comentadas do Twitter hoje.

Lamentável.

Ouça o novo disco do The Who!    
 
Compartilhar