YouTube
Foto: Reprodução Youtube.com
 

Adepto do famoso conversor MP3 para YouTube? Saiba que grandes gravadoras estão se unindo para acabar com a festa do download ilegal.

Universal, Warner Bros, Sony e outros grandes selos da música entraram com um processo na última sexta-feira (03) contra os sites FLVTO.biz2conv.com. Estas plataformas convertem vídeos em áudio e recebem mais de 120 milhões de acessos por mês. Basta colar a URL de algum clipe e pronto, é só baixar.

Em comunicado, a RIAA (Recording Industry Association of America) declarou:

Esses sites não têm lugar no mercado de música atual, onde os fãs têm acesso a milhões de músicas em dezenas de serviços legítimos que pagam os criadores e valorizam seu trabalho, tudo ao toque de um dedo. Essa ação deve servir como um aviso inconfundível para operadores de sites semelhantes que planejam roubar criadores de música e lucrar com o roubo de sua música, isso não será tolerado.

Em 2016, um processo parecido derrubou o maior site do ramo, YouTube-mp3.org. À época, os criadores decidiram ceder ao acordo e tirar a plataforma do ar.

Moiô pros caras.

     
 
Compartilhar