Rage Against the Machine
   

O Rage Against The Machine pode até estar inativo no ramo da música, mas continua firme e forte em sua luta contra o “sistema”.

Recentemente o grupo entrou em conflito com um podcast criado por Nigel Farage, um político conservador do Reino Unido. No caso, Nigel intitulou seu programa como “Farage Against The Machine”, o que deixou a banda bem incomodada.

“Como você deve saber, o RATM sempre denunciou publicamente o tipo de ideologia de direita que você apoia há décadas,” disse a banda em uma carta, ameaçando entrar na justiça se o nome não for alterado.

O podcast não só utiliza um trocadilho com o nome da banda, como também se aproveita do logo sem a permissão dos membros. Se Nigel não aceitar o pedido da banda, um processo será aberto.

“Sua retórica anti-imigrantes, falta de compaixão social e racismo velado são a antítese das coisas pelas quais o Rage Against The Machine luta,” continuaram. “Por favor, pare.”

Sua tentativa surpreendente de se associar ao RATM é completamente inapropriada e completamente inexplicável, a não ser que ela faça parte de um ritual bizarro de purificação.

Quaisquer sejam suas motivações, por favor pare. Pare de usar o logo e nome do RATM, mude o nome de seu podcast e encontre outro alvo para ‘trollar’. Nós sugerimos o presidente Trump.