Russell Simmons em 2016
Foto de Russell Simmons via Shutterstock
   

Mais uma acusação de estupro para a conta de Russell Simmons.

O produtor musical e co-fundador da influente gravadora Def Jam foi denunciado por Alexia Norton Jones, uma mulher que alega ter sido estuprada por ele em 1990.

Segundo Alexia, os dois estavam em um encontro quando ele a forçou em uma relação sexual.

Foi um ataque muito rápido. Eu me lembro de ter sido jogada contra uma parede. Ele levantou meu vestido. Eu devo ter dito ‘não’ 7 ou 10 vezes, e depois desisti.

A mulher também revelou que não pretende processar Simmons, mas apenas compartilhou sua história com outras mulheres que também teriam sido abusadas pelo produtor. Apesar disso, Alexia revelou ter tentando denunciá-lo formalmente para a polícia de Nova York no primeiro semestre deste ano.

Em resposta à denúncia, Russell Simmons emitiu um comunicado onde se defende da acusação, dizendo que Alexia nunca “expressou seus sentimentos” sobre a primeira relação do suposto casal. Enquanto o produtor alega que eles namoraram por algum tempo, a mulher nega que a relação tenha chegado a este ponto.

Te contamos por aqui no início deste ano que a cineasta Jennifer Jarosik processou Simmons em 5 milhões de dólares também alegando um estupro. A acusação veio apenas semanas após cerca de doze mulheres terem relatado estupro, tentativas de estupro e outros casos de assédio contra o produtor.

A Def Jam, fundada com o mega produtor Rick Rubin no seu quarto da Universidade de Nova York em 1984, é conhecida por ter lançado e colocado no mapa nomes lendários do hip hop como Public Enemy, Beastie Boys, LL Cool J e, curiosamente, a banda de thrash metal Slayer.

 
 
Compartilhar