Cher come língua de vaca
Foto: Reprodução/YouTube
 

Diva das Divas, ícone LGBTQ+ e feminista, a poderosíssima Cher comprovou recentemente o quanto abomina o atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

A estrela foi convidada para participar de uma brincadeira do programa The Late Late Show with James Corden, em Londres, onde deveria responder as perguntas ou então sofreria alguma consequência.

Sabendo do asco que Cher sente por Trump, o apresentador James Corden aproveitou para pedir que a diva falasse algo bom sobre o presidente ou então teria que comer língua de vaca.

“Não há nada de bom a respeito dele. Não consigo dizer uma única coisa boa sobre ele,” declarou Cher e logo depois mordeu a língua de vaca ofertada a ela.

O jogo foi realmente marcado por atitudes debochadas de Cher, que ainda fez uma pergunta polêmica sobre com quem James Corden, que também apresenta o quadro Carpool Karaoke, não cantaria de novo.

As opções eram Britney Spears, Miley Cyrus e Mariah Carey, mas, logo após ter feito a pergunta, a própria Cher respondeu dizendo “eu sei quem é”, e em seguida caiu na risada com o apresentador, que preferiu beber um milkshake de batata frita com peixe empanado e creme de ervilhas a responder.

Assista ao divertido jogo na íntegra:

Cher compara Donald Trump a Hitler

Constantemente declarando frases ácidas de desaprovação a Trump em suas redes sociais e em entrevistas, Cher já escreveu em seu Twitter que Donald Trump parece com Hitler e que preferia mastigar vidros a apoiá-lo.

Em Agosto de 2016, durante seu discurso em apoio à candidatura de Hillary Clinton na disputa pela presidência dos EUA, Cher não mediu palavras contra Trump e soltou frases como “eu apenas acho que ele é um puta idiota” e “eu só queria que ele sumisse da face da Terra”, que podem ser ouvidas aqui.

Um ícone é um ícone, né, mores?