Copa do Mundo 2018 - Grupo D
 

A Copa do Mundo está chegando ao começo do seu fim, já que a terceira e última rodada dos grupos A e B aconteceu hoje e nos próximos dias teremos as definições de todos os confrontos das oitavas de final.

Por aqui a gente chega à metade do nosso especial com bandas de cada um dos países do Mundial da Rússia 2018, e publicamos nossas seleções para o Grupo D.

Logo abaixo você encontra a lista bem como os links para os grupos anteriores e a playlist com tudo que estamos postando.

Divirta-se!

Croácia

Hladno Pivo

Em homenagem à Argentina, hoje nós mudamos um pouco as coisas aqui e resolvemos separar uma banda para cada gol que a Croácia marcou nos hermanos ao invés de um artista só.

Todos eles têm abordagens bastante diferentes para o Rock And Roll, sendo que o Hladno Pivo (“Cerveja Gelada”) e o Let 3 misturam elementos folclóricos aos seus sons.

Já o 2Cellos é conhecido no mundo todo por suas versões clássicas de hits do Pop e do Rock.

 

Nigéria

The Lijadu Sisters

Entre os anos 60 e 90 as irmãs gêmeas Taiwo e Kehinde Lijadu formaram a dupla Lijadu Sisters, que misturou elementos de gêneros como Jazz, Afrobeat, Soul e Reggae em um caldeirão que as transformou em nomes dos mais influentes.

Com sete discos de estúdio, elas tiveram sucesso moderado fora da Nigéria e chegaram a causar algum impacto em importantes mercados da música como Estados Unidos e Europa.

 

Islândia

Seabear

A Islândia pode ser um país minúsculo, mas quando o assunto é música, os caras são gigantescos.

Foi lá que surgiram nomes como The Sugarcubes, Björk, Of Monsters And Men e Sigur Rós, mas para fugirmos um pouco do óbvio, trouxemos outro nome por aqui.

Trata-se do Seabear, projeto de indie folk que nasceu como uma aventura solo do músico Sindri Már Sigfússon.

 

Argentina

Él Mató a Un Policía Motorizado

A música argentina é bastante vasta e há grandes nomes dos mais diversos estilos que poderiam estar por aqui nessa lista.

Acontece que tem uma banda rock alternativo que é uma das favoritas aqui da casa, não apenas como “rock latino”, mas também como de todo o globo.

Él Mató a un Policía Motorizado é um grupo de La Plata que surgiu em 2003 e de lá pra cá lançou três álbuns, sendo que o mais recente La Síntesis O’konor saiu em 2017.

Trata-se de indie rock muitíssimo bem feito, com elementos de post-rock, punk e até psicodelia que dão ao grupo um som característico e incrível.