Spotify remove músicas de R. Kelly e XXXTentacion de suas playlists

A empresa está empregando uma nova política em relação a conteúdo e conduta de ódio

R. Kelly em 2016
Foto via Shutterstock
 

O Spotify recentemente anunciou que não irá mais colocar músicas de R. Kelly e XXXTentacion nas playlists oficiais da plataforma — tanto as editoriais como as geradas por algoritmos.

A decisão surgiu a partir de uma nova política da empresa contra conteúdo e conduta de ódio por parte dos artistas que foi colocada em prática nessa última quinta-feira (10).

Devido ao histórico “recente” de denúncias contra ambos os artistas, a companhia decidiu parar de promover o trabalho dos dois — no entanto, as canções em si permanecerão na plataforma.

“Nós estamos removendo as músicas de R. Kelly de todas as playlists operadas e criadas pelo Spotify, além de recomendações de algoritmos como o Descobertas da Semana”, disse a empresa em uma declaração oficial.

As músicas dele continuarão disponíveis no serviço, mas o Spotify não irá promovê-las ativamente. Nós não iremos censurar conteúdo por causa do comportamento de um artista ou criador, mas queremos que nossas decisões editoriais — o que escolhemos promover — reflitam os nossos valores. Quando um artista ou criador faz algo que é especialmente prejudicial ou odioso, isso pode afetar as formas como trabalhamos ou apoiamos esse artista ou criador.

R. Kelly possui um longo histórico de denúncias. O músico já foi casado com a jovem cantora Aaliyah, que na época tinha apenas 15 anos de idade — mais tarde, o casamento foi anulado por um juiz. Anos depois, a polícia chegou a encontrar uma série de registros de pornografia infantil na casa do cantor e ele foi preso.

Ano passado, novas acusações surgiram contra Kelly — uma delas afirmando que o músico possuía uma espécie de “culto” onde deixava diversas mulheres em cativeiro para realizar atividades sexuais.

Já XXXTentacion está no meio de batalhas judiciais por ter agredido fisicamente e aprisionado sua namorada diversas vezes. Ele chegou a ser preso e, no momento, está no meio de uma disputa judicial.

Compartilhar

Comentários