Ghost em 2018
Foto: Divulgação
 

Depois do anúncio de seu “novo” frontman, Cardinal Copia, o Ghost resolveu dar um fim à linhagem de Papa Emeritus que esteve à frente da banda. Agora, o vocalista Tobias Forge explicou suas motivações.

Segundo o músico, ele gosta de manter as coisas “difíceis” pro lado dele, e quer evitar que toda a teatralidade do grupo fique chata com o passar dos anos.

Forge revelou:

Ao invés de fazer grandes e exageradas manobras comerciais, estou tentando fazer as coisas de uma forma mais cinematográfica. Se apenas continuássemos com Papa para outro Papa para outro Papa para outro Papa, isso ficaria muito entediante. Essa é uma forma unidimensional de olhar para esta banda. Se eu fizesse apenas isso, o Ghost teria ficado no piloto automático e se tornado obsoleto muito rápido.

Estamos ansiosos para ver todas as barbaridades que este novo vocalista fará daqui pra frente.

Ghost

Caso você não tenha entendido muita coisa dessa história de diferentes vocalistas e Papas, a gente te explica: Tobias Forge, vocalista e principal membro do Ghost, assume diferentes identidades a cada novo disco do grupo.

Durante os três primeiros trabalhos — Opus Eponymous (2010), Infestissumam (2013) e Meliora (2015) –, três Papas da linhagem Emeritus tomaram conta dos vocais. Agora, para o novo disco Prequelle, é a vez de Cardinal Copia, já que todos os Papas foram mortos.

Como te contamos por aqui, a banda levará os caixões destes pobres homens em sua turnê, e os fãs ainda poderão dar um oi para cada durante um meet and greet. Você teria coragem?

Prequelle será lançado no dia 1° de Junho.

FonteLoudwire
Compartilhar