Arctic Monkeys (no Choque de Cultura?)
Foto por Zackery Michael / Divulgação
 

Há alguns dias a gente falou por aqui sobre como o novo disco do Arctic Monkeys abre com uma referência ao The Strokes.

A primeira faixa de Tranquility Base Hotel & Casino é “Star Treatment” e ela começa com a frase “Eu só queria ser um dos Strokes / Agora veja a bagunça que você me fez fazer”.

Em uma nova entrevista para a Entertainment Weekly, Turner falou a respeito da frase e a explicou:

Era algo que eu esperava mudar mais pra frente. Eu me sentei ao piano e comecei a compor, mas o plano era que isso iria apenas me levasse adiante, me fizesse chegar ao próximo lugar, e aí eu encontraria o melhor conteúdo. Mas aí eu percebi quando voltei à frase que ela meio que estava exatamente onde precisava estar. Eu acho que tem a ver com a passagem do tempo e o sentido de, tipo, ‘Onde esse tempo foi parar?’ Eu acho que estou conversando comigo mesmo, realmente, e dizendo, ‘Veja no que você nos meteu.’

Alex Turner e Arctic Monkeys

Vale lembrar que há algum tempo Alex Turner revelou uma lista de músicas que estava ouvindo para se inspirar quando gravou o novo disco do Arctic Monkeys e uma delas é do brasileiro Lô Borges.

Na entrevista para a EW, ele ainda falou sobre como o piano inspirou esse novo álbum:

Eu ganhei um piano no meu aniversário de 30 anos. Para especificar a origem desse projeto, irei concluir que foi a chegada do piano no meu home studio. Sentar ao piano me ajudou a inventar um novo ângulo para abordar as composições, não apenas a música, mas as letras também – se é que isso faz sentido.

Ao falar sobre como as histórias de ficção científica lhe inspiraram, ele também explicou:

Eu acho que [a ficção científica] se tornou um grande interesse, provavelmente. Eu acho que não era muito, mas nos últimos dois anos apareceu com mais foco para mim um pouco. Isso pode significar várias coisas, não pode? Eu acho que provavelmente não li tanta ficção científica assim para ser honesto. Nos filmes, O Mundo Por Um Fio de Rainer Werner Fassbinder foi algo que eu estava assistindo quando comecei a trazer o léxico de ficção científica para essa coisa. Eu acho que com a arte de capa do disco também, há uma fotografia em um livro de Stanley Kubrick que eu comprei, de um senhor sentado no chão com uma lata de tinta em suas mãos, decorando o set da Hilton Space Station V no filme 2001 [Uma Odisseia no Espaço], e ele tem tipo, um martelo ao seu lado. Isso foi realmente inspirador.

Você pode ler a entrevista na íntegra clicando aqui. Tranquility Base Hotel & Casino será lançado no dia 11 de Maio, também conhecido como a próxima sexta-feira.

LEIA TAMBÉM: o Arctic Monkeys acertou em cheio ao não lançar nenhum single de seu novo disco

 
 
Compartilhar