Igapó de Almas
Foto: Rudá de Melo
 

Aliando os ritmos amazônicos e o Nordeste brasileiro à música eletrônica atual, o Igapó de Almas lançou recentemente Laborioso Vinho, segundo álbum de inéditas. Projeto desenvolvido por cinco músicos de Natal (RN), o disco apresenta elementos tradicionais como o rock e jazz fermentado com uma mistura sonora regional e poética.

Em um processo lento e criterioso, os músicos elaboraram o álbum com base em aprendizados, experiências e com elementos regionais na estrutura. O mundo amazônico se mistura com o baião, a floresta e a música cabocla dos seringais transformam-se em elementos rítmicos no meio de batidas eletrônicas.

Ouça:

Storen

Storen
Foto: Luciana Chein

A banda mineira Storen inaugura a nova fase da carreira com o clipe “Ritmo Perfeito”, que estará no próximo disco.

Com uma melodia leve e tranquila, a música traz como principal temática a ideia de que é preciso aprender a relaxar, dar uma pausa no ritmo frenético do dia a dia. O ambiente plácido apresentado na canção ganha contornos reais na figura da água, que simboliza flexibilidade e força, dois elementos essenciais para o trio de músicos.

Produzido, dirigido e gravado pela própria banda, clipe reflete a atmosfera da canção, especialmente nas cenas em que os integrantes flutuam na água, mostrando que a vontade de reinventar-se não fica só no campo das palavras. Assista:

Paulo Beto

Paulo Beto
Foto: Floriza Rios

A dualidade existente no período carnavalesco torna-se evidente no clipe de “Acabou o Carnaval”, do cantor Paulo Beto. O registro faz parte do EP Congregação Amonus, que será lançado em Abril. Os sentimentos que são evocados na canção se alinham a esse ideal de exprimir alegria e melancolia. O single reúne dois artistas admirados pelo cantor, seu pai Paulo Meirelles, poeta que também compôs a canção, e o percussionista Laudir de Oliveira.

As energias opostas que cercam o Carnaval são o principal mote do vídeo, e foi dirigido por João Arthur e Amanda Lebeis, a última também ficou responsável pela direção de arte e o figurino. As cenas sintetizam essa energia dividida entre alegria e tristeza. Enquanto o Carnaval traz a noção de festa sem fim, são nas imagens de arquivo do pai de Paulo que a dualidade se mostra mais aparente. Assista:

Mineiros da Lua

Mineiros da Lua
Foto: Divulgação

Oito meses após seu debut, o quarteto de Belo Horizonte Mineiros da Lua divulgou uma live session no Estúdio Nebula com duas músicas inéditas.

Seguindo com sua linha antropofágica de composição, enraizando suas influências com base na mistura de sons da música gringa alternativa, como BadBadNotGood e Mild High Club, os mineiros trazem sua colocação em meio ao contexto brasileiro atual com uma sonoridade sinestésica e bem explorada.

As canções apresentam um pouco do que está por vir num futuro álbum e mostram a personalidade da banda, que pode ser notada nas progressões inusuais de acordes, nos vocais provocativos, nos inacabáveis grooves de bateria e no rico uso de texturas. Ouça: