ABRONCA
Foto por Vincent Rosenblatt
 

Nos dias 20 e 21 de Abril irá acontecer no SESC Pompeia, em São Paulo, o Britadeira – Sons de Favela.

Criado para colocar em evidência nomes ligados à cultura periférica do mundo todo, o evento terá shows do grupo ABRONCA, do haitiano Wesli, de MC Carol e Titica, ícone do kuduro angolano.

Nós conversamos com ABRONCA a respeito de diversos assuntos ligados à carreira, à música e ao evento, e você pode ler a entrevista logo abaixo.

TMDQA!: Uma mudança de nome é sempre muito impactante, e vocês o fizeram indo de Pearls Negras para ABRONCA. Como se deu o processo e como tem sido desde então? De onde surgiu o termo “ABRONCA”?
Jay: O processo de mudança de nome tem sido muito bem recebido pelo público, além de acharmos que ABRONCA tem muito mais a nossa vibe pois mostra toda a nossa força e atitude já de cara!

O termo ABRONCA vem de “esporro”, é como se estivéssemos dando uma bronca no governo, nos machistas, nos racistas e em quem desacredita do nosso potencial.

TMDQA!: No clipe de “Chegando de Assalto” dá pra ver que a proposta da sonoridade mudou para um rap pesado, cheio de rimas rápidas e ácidas. Quando foi que vocês perceberam que essa era a nova direção da banda?

Jay: A Nossa vibe sempre foi cantar um Rap mais pesado, porém com o Pearls Negras não tínhamos a oportunidade de mostrar isso, e muitas letras acabaram sendo guardadas.

Sempre foi esse o nosso foco e objetivo, e agora como ABRONCA vamos fazer de tudo pra mostrar nossa verdadeira essência, que é um rap mais sério e pesado, cheio de atitude, protestos e SpeedFlows.

TMDQA!: Na mesma música vocês fazem rap dos bons e também deixam claro, falando abertamente sobre isso inclusive, que ouvem funk e são influenciadas pelo estilo. Essas influências todas são muito presentes no dia a dia da banda, como elas são absorvidas por vocês e transformadas em composições próprias?

May: Essas influências sempre estiveram no nosso dia a dia! O Rio de Janeiro de certa forma é dominado pelo funk. Não tem como não se envolver com a batida, sempre dá vontade de dançar mesmo que você não curta! A gente gosta disso. E tem também uma identidade, então trazemos esse estilo para as nossas músicas e shows!

Tem sons nossos vindo nessa pegada! A galera com certeza vai curtir e não vai conseguir ficar parado (risos)!

TMDQA!: No Britadeira, inclusive, vocês dividirão o palco com nomes como MC Carol, ícone do funk, Titica, conhecida pelo kuduro angolano e o haitiano Wesli, que canta em francês, inglês e criolou haitiano. Estar em um ambiente com tantos elementos diferentes é uma experiência que faz vocês seguirem expandindo a sonoridade e as referências?

Slick: Nossa! Isso será incrível! Achamos que a galera do evento selecionou muito bem esse time! Parabéns!

Vamos embora pro Rio “noucateadas” de muitos talentos que vamos absorver lá. Gostamos muito de conhecermos coisas novas, pois isso de alguma forma nos ajuda, entra em nosso dia a dia, em nossas escritas! Cultura né? Tudo é uma mistura! O Brasil é uma mistura!
Vamos fazer uma troca esse dia!!!! (risos)

Vamos mostrar a nossa cultura da Favela do Vidigal para todos os artistas e espectadores, e iremos absorver coisas novas de todos os artistas como o Kuduro da Titica, o clássico de Wesli e o peso da MC Carol de Niterói. Maravilhosooooooo!!!! Amei!

TMDQA!: O que vocês enxergam no futuro próximo da ABRONCA?

Slick: Eu enxergo vocês pirando cada vez mais com a gente! Sério! Vamos lançar vários tipo de músicas iradas pra vocês! Músicas pra se divertir, pra refletir, pra rir, pra rebolar, pra chorar…

Temos muitas novidades gente!!!! Vocês vão amar as coisas que estão por vir!!! Vamo que vamo!!!! POW!!!!

SERVIÇO BRITADEIRA – SONS DE FAVELA

20 de abril (sexta-feira) – ABRONCA e Wesli
21 de abril (sábado) – Titica e MC Carol
Local: SESC Pompeia (Rua Clélia, 93)

Horário: 21h30
Classificação indicativa: 18 anos.

Ingressos:

R$12 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços
matriculado no Sesc e dependentes), R$20 (pessoas com +60
anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$40 (inteira).

 
 
Compartilhar