Mark Knopfler em 2013
Foto de Mark Knopfler via Shutterstock
 

Nesse último fim de semana, o Dire Straits participou da cerimônia de nomeação do Hall da Fama do Rock and Roll que aconteceu em Cleveland, nos Estados Unidos.

No entanto, nem o frontman Mark Knopfler nem seu irmão e guitarrista David Knopfler participaram do evento, o que despertou a curiosidade de muitos fãs.

No lugar deles, os membros John Illsley, Alan Clark e Guy Fletcher subiram ao palco para receber a homenagem e serem incluídos no seleto grupo. Sobre a ausência dos dois músicos, Illsley foi breve em seu discurso: “Eu garanto a vocês, foi algo pessoal. Vamos deixar por assim”.

Semana passada, Illsley já havia comentado com a Billboard que Mark não iria participar da cerimônia.

Ele simplesmente não estava com vontade de vir, é simples assim.

Isso não chama muito a atenção dele, e eu tentei conversar com ele em diversas ocasiões. Eu disse, ‘Olha, eu adoraria que você mudasse de ideia sobre isso’.

Ele me disse, ‘Eu não consigo fazer isso, John. Me desculpa mesmo. É uma grande honra para nós e tudo mais, mas eu não consigo lidar com isso’, então eu preciso respeitar o desejo dele.

Ele possui seus motivos, os quais ele não quer compartilhar comigo. Isso é algo atípico, porque nós compartilhávamos a maioria das coisas ao longo desses anos.

Já David falou sobre o assunto através de vários comentários em uma publicação em seu Facebook. De forma ácida, o guitarrista mencionou que os organizadores da cerimônia voltaram atrás na promessa de que iriam pagar os custos de viagem e soltou poucas e boa sobre as dificuldades de conseguir um visto de trabalho para os Estados Unidos.

Você pode conferir os comentários do músico através deste link.

LEIA TAMBÉM: apenas ouça a guitarra isolada de Mark Knopfler em “Sultans Of Swing” e relaxe

 
Compartilhar