Noel Gallagher rasga elogios ao U2 em entrevista com Lars Ulrich

"São a minha banda ao vivo favorita de todos os tempos"

Noel Gallagher no programa de Lars Ulrich na Beats 1
Foto: Reprodução / YouTube
 

Em 2017 o músico Noel Gallagher, conhecido pelo seu trabalho no Oasis e recente carreira solo, excursionou pelo mundo como artista de abertura do U2.

Ele já havia dito que estava se divertindo como nunca com a turnê, e aparentemente isso é a mais pura verdade, já que em uma entrevista recente para Lars Ulrich, do Metallica, ele não poupou elogios à banda de Bono e companhia.

Ao falarem sobre a banda, os dois comentaram sobre o amor que sentem pelo grupo irlandês, e Noel mandou:

Eles são de longe a minha banda favorita ao vivo. Eles evoluíram tantas vezes – eles foram para trás, para frente, para os lados, para cima e para baixo de várias maneiras. Mas sempre há uma música [em um disco], podem ser duas, podem ser quatro, onde você pensa, ‘porra!’.

Além disso, Noel também falou que o momento em que a batida começa em “Where The Streets Have No Name” é um dos maiores da história da música ao vivo.

LEIA TAMBÉM: Noel Gallagher diz que desistiu de tentar defender o U2

Amadurecimento

Em outro ponto da entrevista, Noel Gallagher diz que hoje, aos 50 anos, se sente mais confiante para cantar do que nunca, porque acha que a sua voz ficou mais forte.

Além disso, ele também falou sobre como não se importou muito com as letras das canções que escreveu, porque o que mais importa em uma música é a melodia:

Em todas as minhas músicas favoritas de todos os tempos, eu estava pouco me fodendo para as letras. Eu não estava nem aí para o que eles estavam cantando. São apenas palavras para cantar que servem a melodia para fazer você se sentir feliz.

Lars Ulrich

O programa de Lars Ulrich é gravado para a Beats 1, e está no serviço de música Apple Music. Um vídeo com a entrevista de Noel Gallagher pode ser visto logo abaixo. Foi nele que o baterista do Metallica disse que Noel ter saído do Oasis era uma “estupidez”.

Oasis

Por falar em Oasis, Lars não chegou a fazer uma pergunta específica sobre um possível retorno, mas questionou se Noel estava mais feliz agora que não precisava passar pelo processo de aprovação de ninguém para lançar as suas músicas.

O músico disse que gosta muito e tem muito respeito pelo que fez no passado com o Oasis, mas que hoje em dia está “muito, muito feliz” com o que tem feito e com a liberdade de poder fazer o que bem entende.

 

Comentários