Lorde em Toronto
Foto: Reprodução / Youtube
 

Covers são, basicamente, homenagens que artistas prestam para outros. Normalmente essas homenagens possuem um sentido que tenha feito o artista inserir a canção em sua setlist.

A artista da vez foi a neozelandesa Lorde, e o homenageado foi o canadense Drake. O motivo para a homenagem? Bem, Lorde estava de passagem por Toronto, cidade natal do cantor.

A versão apresentada por Lorde se aproxima mais do dream pop que está essencialmente presente em sua carreira, afastando-se da batida de hip-hop da gravação original. A cantora interpretou a música sentada no palco, que no momento estava iluminado por uma luz roxa.

 

As covers de Lorde

Não é a primeira vez que Lorde faz isso. Só durante a turnê de seu último álbum, Melodrama, a cantora já prestou homenagem a alguns artistas. E isso sempre em suas respectivas cidades natais.

Há menos de um mês, ela apresentou a seu público de Minneapolis uma cover de “I Would Die 4 U“, de Prince, que nasceu lá em 1958. Pouco tempo depois, em Chicago, foi a vez de Kanye West ser homenageado, com a dobradinha “Love Lockdown” e “Runaway“.

Lorde apresentará sua nova turnê no Brasil no Popload deste ano, onde será a headliner. Já imaginou se ela resolve prestar homenagem a algum músico brasileiro? Vale lembrar que Josh Klinghoffer, guitarrista do Red Hot Chili Peppers, emocionou o público do Lollapalooza BR deste ano com uma cover de “Menina Mulher da Pele Preta“, de Jorge Ben Jor, homenageando a nossa música nacional. Que covers poderíamos esperar de Lorde?

Confira abaixo o vídeo, gravado por um fã durante a apresentação: