Jack White em Seattle (2012)
 

Quem acompanha o trabalho do músico de perto sabe que Jack White é um dos grandes responsáveis pela volta da popularização do disco de vinil.

A estratégia do músico de disponibilizar discos com materiais raros do White Stripes e outros projetos paralelos acabou fazendo com que muitas pessoas voltassem a comprar discos de vinil para colecioná-los.

Além disso, a Third Man Records — gravadora do músico — possui a maior fábrica de prensagem de discos dos Estados Unidos e produz LPs para uma infinidade de bandas, até mesmo de gravadoras diferentes.

Por isso, não é de se surpreender que Boarding House Reach, o novo álbum do cantor, tenha quebrado novos recordes de vendas nesse meio físico. De acordo com a Billboard, o disco acaba de alcançar um número impressionante: é o quarto desde que a Nielsen começou a rastrear as vendas em 1991 a vender discos de vinil mais rapidamente.

Como nós falamos por aqui, o trabalho vendeu 121 mil cópias “tradicionais”. Desse número, 27 mil (!) foram em discos de vinil — um número muito impressionante.

O primeiro lugar da lista também é de White: Lazaretto, seu disco solo lançado em 2014, vendeu 40 mil cópias em sua primeira semana. A segunda posição é do Pearl Jam com Vitalogy, que vendeu 34 mil cópias durante sua semana de lançamento em 1994, e a terceira é do disco 25, da cantora Adele, como 31 mil cópias vendidas durante a semana do Natal em 2015.

E você, pretende comprar o novo álbum do guitarrista em vinil?

 
Compartilhar