Fãs de Camila Cabello denunciam violência de parte do público do rock no Lollapalooza Chile

Adolescentes revelaram que apanharam e sofreram abusos sexuais enquanto esperavam pela cantora pop

Foto: Divulgação
 

Um incidente lamentável marcou o show de Camila Cabello no último sábado (17), durante o Lollapalooza Chile.

Diversas fãs adolescentes da cantora relataram casos de violência vindos de pessoas da plateia durante o show do Royal Blood enquanto esperavam pelo set de Camila. Devido a um problema técnico na estrutura de um dos palcos, o duo britânico foi realocado para o palco Acer, onde a headliner iniciou sua apresentação quase duas horas após o fim do show da banda.

Em um texto bem pesado, o fã clube chileno da cantora disse que não teria problemas com a banda em si, mas por conta do comportamento do público que foi para ali forçar a barra para estar mais perto do palco, relatou agressões físicas, abusos sexuais a garotas menores de idade e outras barbaridades sofridas pelas meninas. Leia abaixo:

Foi muito forte o que passamos nestes dias em que Camila chegou ao Chile, desde as pessoas esperando por ela no hotel e aeroporto, até as que tiveram oportunidade de comparecer ao Lollapalooza, e sobre isso centralizamos este post. Ontem, todas nós fãs da Camila decidimos chegar cedo ao palco para reservar nossos lugares, mas um dos palcos teve problemas técnicos e transferiram uma banda de rock para lá (com a qual não temos problemas). Às 17 ou 18 horas, pessoas em um estado lamentável chegaram, ameaçando nos tirar das primeiras fileiras a todo custo.

Foi realmente um inferno para todos nós ter que suportar agressões verbais, e pessoas de nossa equipe viram homens tocando em garotas e comemorando entre eles. O pior de tudo foi quando começou o show [do Royal Blood], porque recebemos socos no rosto, chutes, tapas, as garotas choravam desesperadas e desmaiavam, e isso não importava para eles. Quando terminou o show da banda, os fãs decidiram, por vingança, nos atacar por não termos desistido de nossos lugares, e muitas não puderam resistir, tendo que desistir de todas as horas que passamos ali. Pedimos ajuda aos guardas para que falassem no microfone para que eles parassem, mas nos informaram que apenas fariam isto se ficasse mais grave. […]

Em diversos outros tweets, fãs dizem terem visto garotas com sangue na cabeça, além de muitas outras sendo levadas aos ambulatórios do festival. Vale sempre lembrar que fãs de artistas pop como Camila Cabello costumam chegar muito cedo aos locais dos shows para passarem o dia inteiro na grade e ver seus artistas favoritos de perto. Segundo os relatos, muitas delas tiveram que abandonar os locais onde esperaram durante horas para receber atendimento médico.

É uma pena que casos assim ainda aconteçam, principalmente com crianças e adolescentes que esperaram tanto para ver Camila Cabello no país. Até o momento desta publicação, a organização do Lollapalooza Chile ainda não se pronunciou sobre o caso.

As informações são do portal POTQ, que ainda traz relatos bastante detalhados e bastante sérios de fãs que falam sobre agressões sexuais durante os shows. Você pode ler por aqui.

Compartilhar

Comentários