Vieira mostra psicodelia tipicamente brasileira em vídeo de “O Sol e o Cachecol”

Banda gravou o EP "Parahyba Vive" recentemente

Vieira
Foto por Marcelo Rodrigues
 

Há alguns dias nós falamos por aqui sobre a banda Vieira, que vem da Paraíba e tem uma sonoridade incrível.

Os caras misturam a psicodelia com elementos tipicamente brasileiros e recentemente gravaram um EP no Red Bull Studios, em São Paulo, com o nome de Parahyba Vive.

Marcus Menezes, baterista da banda, falou sobre a importância da gravação no local:

O fato de estarmos em outra cidade e o dever de representar a Paraíba afetou diretamente na nossa relação e percepção do que deveríamos registrar ali de música e sentimentos. A cidade nos absorveu da mesma forma que nós absorvemos a cidade, tudo foi feito em comunhão, foi uma troca muito preciosa pra gente.

A canção que abre esse trabalho se chama “O Sol e o Cachecol”, e ela acabou de ganhar um vídeo ao vivo onde a banda mostra sua performance aliada às grandes composições que grava em estúdio. Sobre a música, o vocalista e guitarrista Arthur Vieira contou pra gente do que se trata:

Tinha marcado de me encontrar com Pedro na manhã do dia seguinte para produzir uns projetos já iniciados, só que não foi bem assim: me bateu uma ansiedade na hora de dormir, e eu podia sentir que era uma música que estava chegando, querendo que eu levantasse da cama e pegasse o violão. Desisti de dormir e gastei meu tempo compondo e passando pro caderno. Depois de poucas horas de sono, me encontrei com Pedro, como planejado, e usamos o dia pra concluir e gravar a música da insônia, que logo se tornou ‘ O Sol e o Cachecol’. Na época estava ouvindo e lendo sempre sobre Os Mutantes, o que me influenciou bastante.

Hoje, com exclusividade aqui no TMDQA!, você pode assistir ao vídeo ao vivo de “O Sol e o Cachecol”, e se você ficou curioso para sacar a sonoridade da banda Vieira, o guitarrista Pedro Francisco a descreveu pra gente, falando como acha que uma pessoa que nunca ouviu a banda a receberia:

Para quem nunca ouviu, recomendo escutar os dois EPs. Tanto o Comercial Sul quanto o Parahyba Vive bebem de diferentes fontes e estilos para formar a identidade característica da banda. Cada disco explora uma identidade diferente e assim segue o projeto, sempre buscando o novo em questões sonoras e em temas também. O rock está muito associado acredito eu pela parte estética e da instrumentação, mas é só uma via da qual aproveitamos, como também é o jazz ou o pop. Tenho a música brasileira como a maior fonte de todas na música, e faço com que isso transpareça no som e eu possa me comunicar dessa forma com o público.

Assista ao vídeo logo abaixo!

Compartilhar

Comentários