Será que “Homem de Ferro” faria tanto sucesso se fosse lançado hoje?

Questionamento foi feito pelo roteirista de "Pantera Negra", Joe Robert Cole

Homem de Ferro
Foto: Divulgação
 

“Pantera Negra”, o mais recente filme lançado pela Marvel Studios, se mostrou um sucesso em todos os sentidos possíveis. Quebrando recordes na indústria cinematográfica, o longa alcançou uma repercussão impressionante para qualquer filme de herói. Os motivos para isso vão além de uma história interessante e boas cenas de ação. A trilha sonora composta por Kendrick Lamar e a questão social do filme também foram pontos fortes.

O tipo diferente de super-herói talvez tenha se enquadrado bem no momento político vivido pelos Estados Unidos atualmente. A discussão sobre direitos humanos imposta pelo filme claramente foi um ponto positivo para a recepção. Isso foi um argumento usado por Joe Robert Cole, um dos roteiristas do longa, em um painel da SXSW deste ano.

 

“Estamos em um lugar diferente e melhor”

Cole comparou a situação de preocupação e engajamento político e social que vivemos hoje com o cenário da indústria do cinema há 10 anos. Em 2008 se deu o início do MCU (Universo Cinematográfico da Marvel) com o filme “Homem de Ferro”, muito bem recebido pela crítica e pelo público. Mas e se o filme, protagonizado por Robert Downey Jr. na pele do milionário gênio Tony Stark, fosse lançado hoje?

O roteirista deixou clara sua opinião, acreditando que o filme não seria recebido da mesma forma:

Pensem em onde estamos agora. Temos este presidente impopular e desprovido de inteligência, e nosso mundo está pendurado nas beiradas por causa disso. Lembrem da figura de Tony Stark. Se este personagem fosse criado nos cinemas hoje, me pergunto como seria a reação do público. Não acho que seria algo como ‘Ah, é legal ele ser violento e desrespeitoso com as mulheres’. Sinto que estamos em um lugar diferente e melhor.

Mas e você? Concorda com Cole? Como acha que um filme solo do Homem de Ferro seria recebido em 2018? Deixe sua opinião nos comentários.

Comentários