Peter Perrett

Peter Perret mostra que há vida após a The Only Ones.

O inglês Peter Perrett foi o líder da banda punk setentista The Only Ones, e com ela conseguiu eternizar um hit chamado “Another Girl, Another Planet“, musica que consta em qualquer boa coletânea que se preze contendo os clássicos da fase new wave da época.

Depois de anos sumido após o fim de sua antiga banda, em 1980, ele chegou a arriscar-se em um projeto chamado The One, que lançou apenas um trabalho em 1996, mas voltou as atividades no ano passado lançando-se  em carreira solo com o álbum How the West Was Won.

O disco mostra uma sonoridade diferente de tudo que ele havia feito até então e lembra muito os bons tempos de Lou Reed, vale uma sacada.

 

Wesley Fuller

Wesley Fuller é um dos novos e promissores  nomes da atual cena australiana, tocou em alguma bandas em Perth até mudar-se para Melbourne em 2015 e dar inicio em sua carreira solo recheada de referencias explícitas ao glam rock dos anos 70.

Se você é um admirador de nomes como Marc Bolan, Sweet, Slade, entre outros, vale muito dar uma conferida em Melvista, seu (ótimo) primeiro trabalho até aqui.

 

Brownout presents Brown Sabbath

A Brownout é uma banda formada em Austin, Texas, em 2003; um octeto de funk latino pesado que herdou sua inspiração em nomes como Santana, Sly Stone, James Brown e Mandrill, e foi nutrido por ritmos de soul, riffs de guitarra profundos e linhas de baixo e naipes de metal poderosos.

Em 2014 eles resolveram prestar tributo ao Black Sabbath lançando o projeto Brownout presents Brown Sabbath e as consequências foram muito além do que podiam esperar, com um culto em torno deles instantâneo, tanto que dois anos depois veio o volume 2 da obra, com dois discos de versões da era de Ozzy feitas de uma forma swingadamente arrasadora.

Ttodos agora estão no aguardo do terceiro volume dessa ótima ideia, já que esse pessoal é bruxo no que faz, altamente indicado para um boa festança para balançar os esqueletos.

Volume 1

Volume 2

 

Nino Lee Rocker é um colecionador compulsivo, pesquisador do novo cenário rock mundial e obscuridades afins. É conhecido como Garimpeiro das Galáxias por seus programas em rádios,  sites, blogs  e meios alternativos onde publica suas descobertas, um acervo que já caminha a quase 10 mil achados pouco ou nada conhecidos do público em geral.