16 bandas para você prestar muita atenção no Lollapalooza Brasil

Além das escolhas óbvias e headliners, conheça nomes das entrelinhas para assistir no Autódromo de Interlagos

Tagore e Anderson .Paak
Foto de Tagore via HAI Studio / Festival Estopim e Foto de Anderson. Paak via Shutterstock
 

O festival Lollapalooza Brasil está chegando!

A edição de 2018 ganhou um dia a mais e irá começar já na sexta-feira, dia 23 de Março, com um montão de grandes atrações nacionais e internacionais que irão tomar conta do Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

Nessa lista nós separamos nomes da música brasileira e mundial que não estão entre os mais óbvios do line-up do evento.

É claro que você deve ver os shows de Red Hot Chili Peppers, Pearl Jam, The Killers, Lana Del Rey, LCD Soundsystem, Liam Gallagher e David Byrne, mas nós listamos aqui alguns grandes nomes que poderiam passar despercebidos mas merecem a sua atenção.

Divirta-se!

Sexta-feira, 23 de Março

Selvagens À Procura de Lei

Selvagens À Procura de Lei

Essa banda de Fortaleza tem feito muito barulho nos últimos anos e parece que sua energia não tem fim: lançou um disco em 2011, outro em 2013, Praieiro, o mais recente, em 2016, e recentemente disponibilizou o single “Gostar Só Dela”.

O grupo tem um arsenal de grandes canções e uma performance ao vivo das mais interessantes.

Toca no Palco Budweiser, às 12:50.

 

Plutão Já Foi Planeta

Plutão Já Foi Planeta (RN) (Foto: divulgação)

Infelizmente no mesmo horário do Selvagens, o Plutão Já Foi Planeta se apresenta no Lolla e merece a sua atenção.

Com uma abordagem mais pop à sonoridade, o grupo tem letras contundentes que falam de relacionamentos e de questões sociais importantes, em um show bastante divertido.

Toca no Palco Axe às 12:50.

 

Rincon Sapiência

Rincon Sapiência no Festival Radioca 2017
Foto por Rafael Passos

Rincon é um dos rappers brasileiros mais quentes da atualidade.

Em 2017 o músico lançou seu primeiro disco, Galanga Livre, e foi parar no topo da nossa lista com os 50 melhores álbuns daquele ano.

No show suas rimas aparecem aliadas a ritmos brasileiros e a promessa é de festa com letras afiadíssimas.

Toca no Palco Budweiser às 14:30.

 

Volbeat

Volbeat

Se é rock and roll que você procura, com certeza irá encontrá-lo no show do Volbeat.

O grupo que nasceu na Dinamarca faz uma mistura pra lá de interessante do hard rock clássico com elementos que vão do heavy metal ao rockabilly, e ainda conta com Rob Caggiano, ex-Anthrax, na formação.

Toca no Palco Onix às 15:20.

 

Royal Blood

Royal Blood - I Only Lie When I Love You
Foto: Reprodução / YouTube

A dupla britânica Royal Blood é sempre afiadíssima e vai voltar ao Brasil com um disco novo na bagagem.

Em How Did We Get So Dark? o grupo reafirmou seus riffs de baixo (que soam como poderosas guitarras) e se consolidou como um dos nomes mais importantes do rock and roll hoje em dia.

Toca no Palco Onix às 17:25.

 

Chance The Rapper

Chance The Rapper

A edição 2018 do Lollapalooza Brasil acertou muito na hora de escalar seus artistas de hip hop. É uma pena que aconteceu o cancelamento de Tyler, The Creator, mas ainda assim há grandes opções como Chance The Rapper no line-up.

Prolífico, o músico lançou discos em 2012, 2013 e em 2016 foi parar na maioria das listas de melhores do ano com seu terceiro álbum, o ótimo Coloring Book.

Toca no Palco Budweiser às 18:30.

 

Sábado, 24 de Março

Tagore

Tagore no Festival Estopim
Foto por Festival Estopim

O brasileiro Tagore tem um dos shows mais quentes do underground hoje em dia.

Misturando psicodelia a ritmos nordestinos e Beatles a Gilberto Gil, o músico que batiza a banda apresenta composições das mais incríveis embaladas a muitas guitarras e camisas floridas. Recomendamos.

Toca no Palco Budweiser às 12:30.

 

Ego Kill Talent

Ego Kill Talent em Curitiba
Foto por Aline Krupkoski

No Sábado temos um baita de um conflito de horário pra dividir a gente entre dois grandes shows.

O primeiro deles é do Ego Kill Talent, grupo brasileiro que nos últimos meses tocou em festivais da Europa, no Rock In Rio, abriu os shows de Foo Fighters e QOTSA e também se apresenta no Lollapalooza Chile.

Com guitarras altas, muita energia e muito rock and roll, é uma porrada no palco que merece ser vista de perto.

Tocam no Palco Budweiser às 14:10.

 

Tash Sultana

Tash Sultana
Foto por Nathan Gunn / Wikimedia Commons

O problema é que quem também toca às 14:10 no mesmo dia é a incrível Tash Sultana.

A artista de apenas 22 anos de idade é considerada uma “banda de uma mulher só” e mistura psicodelia, rock alternativo, reggae e muito mais em um caldeirão de influências que resulta em performances sensacionais.

Habilidosa e capaz de tocar 20 instrumentos, deve surpreender muita gente no Lollapalooza Brasil.

Toca às 14:10 no Palco Axe.

 

Anderson .Paak

Anderson .Paak em Austin, 2016
Foto de Anderson .Paak via Shutterstock

Outro músico incrível ligado ao rap que toca no Lollapalooza Brasil em 2018 é Anderson .Paak.

Dono de uma voz única, o músico chamou a atenção por conta de suas composições, suas rimas, sua habilidade com a bateria e dançando muito para o mundo todo ver. É um artista completo e deve fazer um showzão.

 

O Terno

O Terno
Foto: Divulgação

Outro grande conflito de horários no dia acontece agora, já que no mesmo momento em que Anderson .Paak estará no palco, a banda brasileira O Terno também se apresentará por lá.

Dono de um show divertido e canções das mais incríveis, o trio paulistano volta ao palco do Lollapalooza muito mais maduro e cheio de grandes canções para mostrar.

Toca no Palco Axe às 16:10.

 

Domingo, 25 de Março

Francisco, el Hombre

Francisco, El Hombre no Festival Estopim (Foto por HAI Studio)
Foto por HAI Studio

É verdadeiramente uma pena que o Francisco, el Hombre toque tão cedo no Lollapalooza Brasil, já que seu show merecia ser transmitido para o Brasil todo e muito mais gente deveria vê-los de perto no Autódromo tocando um pouco mais tarde.

Se você não está pensando em chegar cedo ao Lolla no Domingo, a gente quer te fazer mudar de ideia, já que o show da banda é dos mais divertidos e definitivamente irá fazer com que você comece o dia com um sorrisão no rosto. Vale a pena.

Toca no Palco Onix às 11:45.

 

Tiê

Tiê

A influente cantora e compositora brasileira irá subir ao palco do Lollapalooza Brasil para divulgar as músicas do seu quarto disco de estúdio, Gaya, um dos melhores álbuns nacionais de 2017.

No disco ela navegou entre estilos que foram desde o indie pop até o pop mais ligado à música brasileira, contando com participações de nomes como Filipe Catto, As Bahias e a Cozinha Mineira e até mesmo Luan Santana.

Toca no Palco Axe às 14:10.

 

Milky Chance

Milky Chance é um grupo alemão de folk que iniciou as atividades em 2012 e rapidamente conquistou milhares de fãs pelo mundo todo.

Seu mais recente disco de estúdio é Blossom, de 2017, que chegou ao Top 5 das paradas alemãs e conquistou a posição de número 64 na disputadíssima Top 200, da Billboard.

Toca no Palco Budweiser às 14:10.

 

The Neighbourhood

The Neighbourhood

Com um disco recém lançado, o The Neighbourhood vai subir ao palco do Lollapalooza Brasil com uma legião de fãs. Não se surpreenda se você vir a plateia lotada durante o show dos caras, já que no dia do lançamento de The Neighbourhood eles chegaram a aparecer nos Trending Topics do Brasil no Twitter, dada a comoção.

Com uma sonoridade interessante que mistura Indie, Hip Hop, R&B e música eletrônica, a banda conquista tanto pela sua sonoridade quanto pelas letras de suas canções.

Toca no Palco Budweiser às 16:10.

 

Khalid

Khalid

Saindo do show do Neighbourhood você pode pegar o caminho para o Palco Onix e assistir à apresentação do talentosíssimo Khalid.

O músico de apenas 20 anos lançou seu álbum de estreia, American Teen, em 2017 e foi parar em boa parte das listas de melhores do ano com músicas poderosas como “Young Dumb & Broke” e “Location”, que juntas têm quase 600 milhões (!) de visualizações no YouTube.

Toca no Palco Onix às 17:15.

 

Comentários