Foo Fighters e Jim Carrey no Saturday Night Live
Foto: Reprodução / YouTube
 

Após o trágico fim do Nirvana, ocasionado pela morte de Kurt Cobain, o então baterista Dave Grohl pensou muito a respeito do que faria no futuro.

Em várias entrevistas ele já disse que durante um tempo se afastou da música e ficou completamente longe dela, chegando a pensar que nunca mais se envolveria em uma banda de alguma forma.

Acontece que o tempo passou, a dor da perda foi sendo amenizada e Grohl resolveu entrar em estúdio para gravar canções que se tornariam o primeiro disco do Foo Fighters, homônimo.

Nesse período ele recebeu um convite mais do que especial quando o saudoso Tom Petty o chamou para ser seu baterista, e ele acabou tocando com a lenda do rock norte-americano no programa Saturday Night Live:

Eu estava no estúdio gravando o que se tornou o primeiro disco do Foo Fighters, no começo era só eu brincando em estúdio. Eu recebi uma ligação e alguém disse, ‘Hey, o Tom Petty quer que você toque bateria com ele no Saturday Night Live.’ E eu fiquei tipo, ‘Sério, ele não conseguiu arrumar um bom baterista que o faria?’ Então eu fiquei tipo, ‘Okay.’ Ensaiei com eles, ele foi o cara mais gentil do mundo, foi tão divertido, os Heartbreakers eram a banda mais gentil. Todo mundo foi muito legal comigo.

No vídeo especial onde relembrou diversas passagens pelo programa, Dave Grohl ainda disse que o Foo Fighters tocou por lá sete vezes, e que na primeira vez em que o Nirvana esteve no programa, Weird Al Yankovic ligou para o camarim e pediu permissão para criar uma paródia de “Smells Like Teen Spirit”.

Ele ainda falou sobre o encontro com o jogador de basquete Charles Barkey na atração, imitando a maneira como ele falava e dizendo que, curiosamente, o baixista Krist Novoselic era mais alto que ele.

Outras lembranças

Quem também trouxe lembranças do Saturday Night Live ao vídeo foi Nate Mendel, baixista do Foo Fighters, que se lembrou do episódio em que a banda tocou em um programa apresentado pelo ator Anthony Edwards, conhecido pela série E.R.

Ao final do programa, quando o ator chamou os créditos, ele levou um baita apertão na bunda do ex-baterista dos Foos, William Goldsmith.

Por fim, o vídeo ainda mostra participações da banda com os atores Jim Carrey e Christopher Walken, e a banda contando sobre um dos maiores bate-volta que já fez na carreira.

O Foo Fighters foi convidado para ser a banda de apoio de Mick Jagger no programa, mas tinha um show com ingressos esgotados marcados para a mesma data em New Jersey.

Sendo assim, passou o som no SNL, voou até o local do show, tocou por lá e voltou para Nova York onde fez o programa ao vivo.

Você pode ver tudo isso no vídeo abaixo.