The Velvet Underground & Nico
 

O modo de se consumir música mudou muito com o passar dos anos. A era do streaming virou o mercado de cabeça para baixo. Isso gerou consequências, e talvez uma das mais evidentes seja a queda nas vendas de mídia física.

Com as pessoas comprando menos CDs e discos de vinil (ainda que o formato esteja crescendo ano a ano), a apreciação a suas respectivas capas também caiu. Consideradas anteriormente um atrativo visual para chamar a atenção de um possível comprador e gerar mais fãs, hoje em dia essas artes não possuem o mesmo efeito de antes. A visibilidade já diminuiu com a era dos CDs, que mostravam a imagem em menor escala e logo, chamava menos atenção. Agora, com a música sem lugar físico, muitas vezes ficamos restritos às telas dos smartphones.

Mas existem sempre os nostálgicos. E são eles os criadores do projeto Cover Art Archive. Desenvolvido pelo site MusicBrainz e pelo arquivo online Internet Archive, o projeto se propõe a fornecer uma quantidade enorme de capas de álbuns e singles. Tudo isso na melhor qualidade possível e de uma maneira organizada.

O catálogo também se mostra bastante atualizado. Se quiser exemplos para provar isso, basta procurar pelas nossas escolhas de melhores capas de 2017 (ou pelas piores). Para encontrar a imagem desejada, a pessoa pode filtrar sua pesquisa por ano, título, artista e até pelas capas mais “quentes” do momento.

Obrigado, internet, por isso!

 

A memória visual da cultura pop no mundo da música

As capas, muitas vezes, se tornaram muito mais do que um mero atrativo para o público. Ao longo dos últimos 50 anos, elas representaram a música na cultura pop de maneira inquestionável.

Exemplos? Temos a banana que estamparia o álbum The Velvet Underground and Nico. Temos o prisma representado em Dark Side of the Moon, do Pink Floyd. Temos a criança submersa tentando pegar um dólar em Nevermind, do Nirvana. Capas de disco originariam algumas das imagens mais conhecidas na cultura pop.

Por falar nisso, o site, apesar de ser em inglês, conta com capas do mundo inteiro em seu acervo. Isso inclui capas icônicas de álbuns de artistas brasileiros. Os dois meninos sentados na capa do álbum Clube da Esquina? Estão lá! O político na capa de Os Cães Ladram Mas a Caravana Não Pára, do Planet Hemp? Está lá! A turma de peso que estampa o álbum Tropicália Ou Panis Et Circenses? Idem!

Que tal dar uma olhada lá e procurar pelas suas capas favoritas?