Conheça a MPB tocante e psicodélica de Leonel no EP “Persona”

Em primeira mão, conheça novo trabalho do cantor e compositor

 

A sensação é de imersão. Nas primeiras notas do EP Persona, novo trabalho do cantor e compositor Leonel, parece que ele puxa o ouvinte pela mão numa viagem para o passado em canções que parecem saídas de um tempo passado com uma visão futura.

A sensação foi de ouvir o peito aberto do discos setentistas de Arnaldo Baptista, numa psicodelia que não precisa de efeitos. O vídeo é uma sequencia simples dirigida por Matheus Toledo, com Leonel sentado ao piano soltando as quatro faixas que compõe o EP de uma vez só, como um expurgo no meio de um teatro vazio, expondo ainda mais a fragilidade e a sensação de solidão exposta nas melancólicas faixas.

Isso faz com que as faixas criem uma sequencia narrativa única. São quatro eu-líricos distintos que se misturam com reflexões pessoais em meio à melodias lúdicas. O principal destaque é o modo natural como as transições foram feitas.

O trabalho faz parte da Web-Série “Leonel.Musica”, desenvolvida pelo artista para suas redes sociais. Calcada na mistura das linguagens do desenho, fotografia e música, neste EP Leonel dialoga com 10 artes inéditas de Braziliano, ilustrador e artista de rua.

Essa relação bonita com o audiovisual já estava presente no single de estreia do artista, “Amon-Rá”, que dialoga com a narrativa simbólica da mitologia solar através do trabalho do artista visual Jorge Gularte e das percussões tribais de Márcio Tolio em um dos clipes mais bonitos do ano até agora.

Confira abaixo, em primeira mão o EP e o clipe de Leonel:

 

Comentários