“Prostituta”: Axl Rose questiona visto de imigração de Melania Trump

Vocalista de Guns N' Roses e AC/DC fala sobre visto permanente dado para esposa de Donald Trump

Axl Rose no Rock In Rio 2017
Foto de Axl Rose via Shutterstock
 

Nos últimos dias muito se falou nos Estados Unidos a respeito de como Melania Trump, esposa de Donald Trump, conseguiu seu visto para residir no país.

De acordo com várias fontes, ela o fez através de uma aplicação em 2001 para a categoria EB-1, que é destinada a indivíduos que “demonstram habilidades extraordinárias nas ciências, artes, educação, negócios ou atividades físicas através de reconhecimento nacional ou internacional.”

Melania largou a faculdade um ano após se tornar modelo, e há muita discussão sobre como ela se enquadraria nessa categoria, com gente dizendo que quem se movimentou nos bastidores para aprová-lo foi Donald Trump, que a conheceu em 1998.

Axl Rose, vocalista do Guns N’ Roses e do AC/DC, não apenas é uma dessas pessoas como fez uma série de críticas ao órgão de imigração do país que vem expulsando vários imigrantes desde que Trump foi eleito presidente, o ICE, e chegou a chamar a primeira-dama de “ex-prostituta”.

As mensagens vieram em sua conta oficial no Twitter, onde ele questionou uma declaração dada pelo advogado de Melania:

‘A Sra. Trump era mais do que qualificada e elegível para o visto,’ disse Michael Wildes, advogado de Melania Trump e sua família ao Post. ‘Não há motivo para julgar seu pedido publicamente quando a privacidade é tão importante para ela.” Ninguém mais tem!

A partir daí, ele falou sobre o suposto “esquema” que teria dado o visto a Melania e a chamou de “ex-prostituta”:

Uma suposta ex-prostituta que entrou em um esquema de imigração merece privacidade de alguma forma porque ‘significa muito para ela?’ Foda-se esse palhaço!

Em um outro tweet, o músico nascido em Lafayette, Indiana, nos Estados Unidos, ironizou perguntando onde andaria o ICE para averiguar o caso e comparando seu diretor, Thomas Homan, aos nazistas:

Onde está aquele Nazi Homan do ICE quando precisamos dele?

 

O Outro Lado

Em uma matéria a respeito do assunto, o New York Times consultou advogados e profissionais da área sobre o caso de Melania Trump e boa parte deles disse que isso é “normal”.

Eles alegam que apesar da descrição “nobre”, a categoria pode agregar nomes de várias outras áreas que não sejam exatamente ligadas ao estudo, bastando que a pessoa se destaque com ênfase em seu país.

Quando pediu o visto, Melania Trump que é da Eslovênia, poderia estar se destacando no ramo da moda ao aparecer em capas de revistas e desfiles mundo afora, sendo julgada pelo departamento de imigração dos Estados Unidos como uma referência no que faz.

E aí, o que acha?

 

Comentários