Clipe de
Foto: Reprodução / Youtube
 

No início do mês, uma das parcerias recentes mais interessantes da música nacional deu as caras em “Alfazema“. Os grupos BaianaSystem e Nação Zumbi se juntaram para lançar a música justamente no Dia de Iemanjá (2 de Fevereiro).

De um lado, o BaianaSystem, de Salvador e, do outro, a Nação, de Recife. É a força de dois dos grupos mais criativos da nossa música atual. Ambos são nordestinos, e é claro que isso deveria ficar evidente na parceria.

O clipe, dirigido por Filipe Bezerra e Filipe Cartaxo (responsável pela identidade visual do Baiana), também traz elementos culturais do nordeste. Gravado em Salvador, o clipe mostra cenas de festas populares e foi rodado com partes em preto e branco e partes com uma paleta mais fria de cores.

A produção ainda mostra comemorações referentes ao próprio Dia de Iemanjá. O mar é constantemente mostrado no clipe, o que também é uma referência ao orixá.

 

Iemanjá na música brasileira

Definitivamente, não é a primeira menção a Iemanjá na música brasileira. Sendo relacionada ao mar e à fertilidade, artistas como Gilberto Gil e o grupo Chimarruts já compuseram em sua homenagem.

O grupo de reggae Natiruts colocou o nome do orixá nas rádios de todo o país na canção “Quero Ser Feliz Também“, lançada em 2005 no álbum Nossa Missão.

O compositor Dorival Caymmi tem uma canção chamada “Dois de Fevereiro“, onde também celebra o orixá.

“Alfazema” é a segunda música lançada pelo BaianaSystem em 2018. No início do ano, o grupo se juntou ao Heavy Baile na faixa “Ziquizira“.

Confira no player abaixo o clipe: