Guitarra Gibson
Foto de Guitarra Gibson via Shutterstock
 

Na semana passada nós chegamos a publicar por aqui uma notícia assustadora sobre a queda nas vendas e importações de guitarras no Brasil por uma série de motivos.

No entanto, parece que o problema tem uma escala mundial: rumores sugerem que a Gibson, icônica fabricante de guitarras e violões, estaria encarando uma possível falência.

As fontes do Nashville Post indicam que boa parte do problema surgiu com a saída de Bill Lawrence, o chefe de finanças da companhia. Lawrence teria deixado a empresa em maus lençóis, uma vez que “375 milhões de dólares em dívidas e 145 milhões de dólares em empréstimos” estariam alcançando seu “vencimento”, caso não sejam refinanciados até Julho.

LEIA TAMBÉM: Jack White acha que o renascimento do Rock “está próximo”

Além disso, a Gibson também saiu de Nashville, cidade que era sua sede há mais de 30 anos. Agora, o futuro da empresa está nas mãos de Henry Juskiewicz, o dono da empresa, mas será uma batalha difícil: Juskiewicz estaria “enfrentando uma luta contra credores por conta de decisões comerciais ruins”, como aponta o Dayton Daily News, e uma das opções para resolver a situação financeira seria decretar a falência da empresa.

Fundada em 1902, estima-se que a Gibson arrecade cerca de 1 bilhão de dólares por ano. A companhia possui alguns dos modelos mais icônicos de guitarra já lançados na história, como a Les Paul, SG e Flying V.

LEIA TAMBÉM: no México, venda de violões sobe após filme indicado ao Oscar

     
 
FonteCoS
Compartilhar