“Nos enganaram”: Migos fala sobre ter perdido Grammy para Kendrick Lamar

Para Quavo, o álbum Culture foi o melhor álbum lançado em 2017

Migos - Culture II
 

O Grammy 2018 não foi lá a cerimônia mais justa da história. A desvalorização do rock, por exemplo, foi alavanca para muitas reclamações a respeito do evento.

Um fato é que uma premiação nunca vai deixar todos satisfeitos com os resultados. Quem demonstrou isso recentemente foi o trio de rapper Migos. De acordo com depoimento concedido ao veículo NME, o grupo foi “enganado”. Na premiação, eles perderam dois gramofones dourados para Kendrick Lamar.

O álbum Culture concorria com o aclamado DAMN., de Kendrick, na categoria “Melhor Álbum de Rap”, mas perdeu. A mesma situação se desenhou na categoria “Melhor Performance de Rap”, em que o hit “Bad and Boujee”, do trio, concorria mas não superou “Humble”.

Na entrevista, Quavo, um dos integrantes do grupo, mostrou sua indignação:

Não aconteceu nada maior do que o álbum ‘Culture’ no último ano. Eles ficaram com medo de lidar com este monstro de três cabeças.

Culture II

No último dia 26, exatamente um ano após Culture, o trio lançou o álbum Culture II.

Com participações de nomes como Nicki Minaj, 21 Savage e Drake, o álbum estreou em primeiro na principal parada musical de álbuns da Billboard, a Hot 200. Com isso, os caras entraram para a história como o quinto grupo a entrar na parada com mais de um álbum nº 1. Migos se junta a Beastie Boys, A Tribe Called Quest, Bone Thugs-N-Harmony e D12.

Quavo foi questionado em relação ao lançamento de um possível Culture III. Ele respondeu:

A cultura continua para sempre e jamais a deixaremos para trás. Você está tentando descobrir se a cultura vai viver em um, dois, três, quatro, cinco, seis álbuns. Não sabemos, mas vamos fazer você querer esperar por isso. A cultura não vai morrer, a cultura vai viver para sempre.

Comentários