O produtor musical Russell Simmons foi acusado de estupro mais uma vez

O produtor foi acusado por cerca de doze mulheres

Russell Simmons em 2016
Foto de Russell Simmons via Shutterstock
 

O produtor musical Russell Simmons (um dos fundadores da influente Def Jam) está sendo processado por 5 milhões de dólares por uma mulher que alega ter sido estuprada por ele em 2016.

A cineasta Jennifer Jarosik deu entrada no processo na última quarta-feira (24). Lá, ela conta ter conhecido o produtor em Nova York em 2006 e logo eles teriam se conectado pelo seu amor a yoga, meditação e veganismo.

Dez anos depois, Simmons convidou Jarosik para ir até a sua casa discutir sobre um projeto que logo virou um convite para sexo. Após a recusa, ela conta que Russell foi agressivo e a jogou na cama. A cineasta tentou fugir da situação mas bateu a cabeça durante a tentativa. Ela relembra que ele a segurou e a estuprou enquanto ela ainda estava em choque com a situação.

Simmons negou as acusações, “Eu estou ansioso para o meu dia no tribunal (…) A justiça será feita e a verdade será dita”, ele disse em uma declaração para a Rolling Stone.

Nas últimas semanas, cerca de doze mulheres já acusaram Simmons de estupro, tentativa de estupro e outros casos de assédios. Segundo fontes da TMZ, sete desses casos estão sendo investigados pela Polícia de Nova York.

Essas acusações horríveis me surpreenderam. Todas as minhas relações foram consensuais. Sou abençoado por ter tido relacionamentos incríveis com muitas mulheres incríveis. Eu tenho um enorme respeito pelo movimento feminino e sua luta por respeito, dignidade, igualdade e poder.

Comentários