Lorde
Foto: Wikimedia Commons
 

Mesmo concorrendo a Álbum do Ano com seu aclamado Melodrama, a cantora Lorde não se apresentará no Grammy neste domingo (28).

Segundo a revista americana Variety, a neozelandesa não foi nem convidada para uma apresentação na premiação. Ao invés disso, os organizadores do evento a abordaram para oferecer uma participação em um tributo ao saudoso Tom Petty junto com outros músicos, a qual a artista recusou por querer uma performance solo.

Apesar de ser incomum por conta de sua posição na premiação deste ano, a situação poderia ser interpretada como um “capricho” da cantora de 21 anos não fosse por um mero detalhe: os seus concorrentes na categoria, todos homens, foram convidados para protagonizar uma apresentação. Segundo rumores, o único que recusou foi Jay-Z.

Reforçando a suspeita da mídia internacional e dos fãs de Lorde, a mãe da artista, Sonja Yelich, foi ao Twitter falar sobre o caso. Usando um trecho de uma reportagem do jornal The New York Times que aborda a falta de diversidade ainda presente no Grammy, Sonja comentou: “isso diz tudo”. O trecho mostra que, nos últimos seis anos, apenas 9% dos indicados foram mulheres.

Lorde concorre apenas a Álbum do Ano nesta edição do Grammy, ao lado de Kendrick Lamar, Childish Gambino, Jay-Z e Bruno Mars, todos com várias outras indicações na conta.

 

 

 

Compartilhar