Lançamentos Nacionais: Kássio Guaraná, Bolhazul, Aminoácido, Criolina

Artistas e bandas nacionais presenteiam a cena com seus trabalhos lançados recentemente

Kássio Guaraná
Foto: Reprodução/Facebook
  

O cantor Kássio Guaraná divulgou o lyric video para o single “Eu Só Quero Amar”. O pernambucano traz na letra o amor no modo mais denso, misturando nuances de questões filosóficas sobre a vida com a leveza de uma voz suave.

A canção segue a linha do rock em sua melhor forma, mescla com a intensidade do pop e contrasta com um timbre marcante, brincando com as mais variadas influências, como o rock do Silverchair e o agridoce dos anos 80 de Rita Lee.

Ouça:

Bolhazul

Bolhazul
Foto: Biel Lara

O trio brasiliense Bolhazul começa o ano com pé direito e traz ao mundo o lyric video do single “Flores”.

A canção faz parte do sucessor do EP Aurora (2016), e tem produção de Gustavo Vazquez, do estúdio Rocklab. “Flores” mostra a firmeza da identidade da banda em uma letra reflexiva e confiante, com uma sonoridade genuína e experimental, com solos densos e linhas de baixo agradáveis.

Ouça:

Aminoácido

Aminoácido
Foto: Divulgação

O quinteto de Londrina divulgou recentemente o single “Camaleão Daltônico”.

Gravado no Estúdio Tapete Voador, a canção faz parte do segundo disco, intitulado Sem Açúcar e com previsão de lançamento para a segunda quinzena de fevereiro. O single é a sátira de um camaleão que deixou de ter a sua principal virtude e traz a essência psicodélica e progressiva ao marcar o bom humor desordenado rebuscado pela banda.

Ouça:

Criolina

Criolina
Foto: Reprodução/Youtube

A dupla maranhense Criolina lançou o clipe para “A Menina do Salão”.

A canção faz parte do disco Radiola em Transe, lançado ano passado e traz a dançante combinação de reggae, tropicalismo, influências caribenhas, cuja canção é responsável pelo ingrediente raggamuffin que compõe o mais recente trabalho do dueto.

Com direção de Arthur Rosa França, o clipe explora cenários e personagens conhecidos pela população ludovicense. As cenas foram gravadas no centro histórico, na casa de reggae na beira do rio Bacanga e também próximo às palafitas do bairro Ilhinha, como forma de homenagem a cidade ao exaltar a cultura local.

Assista:

 

Comentários