Mariah Carey é processada em 9 milhões de reais por shows cancelados na América do Sul

Apresentações canceladas na Argentina, Brasil e Chile estão dando dor de cabeça à cantora

Foto: Wikimedia Commons
 

É, parece que o cancelamento da turnê de Mariah Carey na América do Sul vai sair bem caro para a cantora.

Depois de alegar que não realizou as apresentações por não ter sido paga com antecedência, como combinado, Mariah está sendo processada em aproximadamente 9 milhões de reais (U$ 3 mi) pela produtora FEG Entretenimientos, sob a alegação de que a artista não tinha direito de cancelar os eventos.

O processo partiu pelo cancelamento dos shows no Chile e na Argentina a poucos dias de acontecerem. Na mesma turnê, a cantora também cancelou três apresentações que faria no Brasil em Outubro de 2016. Segundo rumores, o motivo seria uma venda muito baixa de ingressos.

Um advogado envolvido no caso declarou:

O cancelamento unilateral das performances de Carey na Argentina e no Chile — apenas três dias antes do show na Argentina e menos de uma semana antes do show no Chile — constituiu violação material de suas obrigações sob cada um dos contratos da turnê.

No processo ainda consta que Mariah Carey fez declarações falsas e difamatórias sobre a produtora no Twitter, “manchando” a reputação da empresa com seus clientes.

Até o momento, a cantora não divulgou planos de voltar ao continente e não se pronunciou sobre o processo.

FonteBillboard
Compartilhar

Comentários