Seal é acusado de assédio sexual por uma vizinha e se pronuncia

Músico diz que irá se defender de alegações

Seal
Foto: Divulgação
  

O cantor Seal é o mais novo nome da indústria da música a ser acusado de assédio.

Há seis dias ele usou a sua conta oficial no Instagram para criticar a apresentadora e produtora Oprah Winfrey.

Na última cerimônia de entrega do Globo de Ouro, ela recebeu um prêmio especial e fez um discurso acalorado sobre como “o tempo acabou” para homens que usam suas posições de poder e cometem atos de abuso.

Segundo Seal, ela foi hipócrita pois seria amiga próxima de Harvey Weinstein, mega produtor que foi o primeiro grande nome do cinema a ser denunciado por abuso e acabou escancarando diversos outros casos.

Após a publicação do cantor, sua ex-vizinha, a atriz Tracey Birdsall, acusou o próprio de abuso, dizendo que ele a beijou à força.

Segundo Tracey, os dois eram apenas bons amigos, e em um dia em que foi pegar um utensílio de cozinha que havia emprestado de volta na casa dele, Seal teria se aproveitado para agarrá-la.

Ela disse que gritou “O que você está fazendo?”, e ele respondeu com “Estou te beijando!” antes de insinuar que ela estava pedindo por isso por conta da roupa que estava usando.

O músico ainda teria apalpado os peitos de Birdsall e quando ela pediu para parar, Seal pediu para que os dois sentassem no sofá, o que aconteceu. A investida veio novamente então Tracey deixou o local e não falou mais com o cara.

A polícia de Los Angeles disse que recebeu uma denúncia de abuso no último Sábado envolvendo o caso e que as investigações já começaram.

Um representante do artista disse que ele nega as acusações com veemência:

Seal nega as recentes alegações feitas contra ele de suposta má conduta por uma ex-vizinha, há mais de um ano, com veemência. Ele pretende se defender com vigor dessas falsas alegações.

 
Compartilhar

Comentários