Incomodado, James Franco volta a falar de casos de assédio

Novas acusações aparecem em matéria do Los Angeles Times

James Franco no programa de Seth Meyers
Foto: Reprodução / YouTube
 

Desde que ganhou um prêmio no Globo de Ouro no último final de semana, o ator e cineasta James Franco passou a sofrer com uma série de acusações de assédio por conta de mulheres que se sentiram incomodadas com o evento.

Por lá, ele usou um broche do movimento “Time’s Up”, que diz que o tempo para homens que abusam de suas posições de poder acabou, mas atrizes que trabalharam com Franco usaram a Internet para dizer que ele mesmo havia cometido atos de assédio.

A gente publicou por aqui que o ator falou com Stephen Colbert em seu programa de televisão e por lá ele já pareceu incomodado, mas agora James apareceu em outro programa e se mostrou ainda mais desconfortável com a situação.

Quando sentou para conversar com Seth Meyers, que apresentou o Globo de Ouro, ele foi questionado a respeito e voltou a repetir algumas coisas que havia dito para Colbert, como por exemplo que os tweets que lhe acusavam não eram “precisos”.

O principal momento, porém, veio quando o assunto foi Ally Sheedy, atriz dirigida por James Franco em uma peça e uma das mulheres que lhe acusou de assédio.

Ao dizer que os tweets dela não são precisos e que não sabe por que ela está tão irritada, o ator foi questionado por Seth Meyers sobre por que não teria entrado em contato com ela para entender a situação, já que os dois discordavam dos fatos. Ele ficou em silêncio, fez caras e bocas e acabou dizendo que “tudo foi um choque” e que ele está “deixando quieto”.

Por fim, ao ser questionado sobre o que ele aprendeu tanto com a premiação quanto o movimento e as acusações, ele disse:

Há histórias que precisam ser contadas. Há pessoas que precisam ser ouvidas. Eu tenho o meu lado da história mas eu acredito, sabe, essas pessoas não têm sido representadas e não têm as suas histórias divulgadas o suficiente e eu irei segurar coisas que poderia falar porque acredito nisso. Se eu for criticado porque não vou, sabe, porque eu não vou negar as coisas de forma ativa, então que eu seja, porque eu acredito muito nisso.

Novas Acusações

Desde que as primeiras acusações apareceram na Internet, mais mulheres começaram a falar a respeito do comportamento de James Franco em sets de filmagem.

Cinco mulheres conversaram com o Los Angeles Times e falaram sobre como foi um “tapa na cara” assistir a James Franco sendo premiado usando o broche do movimento Time’s Up.

Segundo Sarah Tither-Kaplan, que já havia se pronunciado no Twitter, há três anos quando filmava uma cena de orgia com várias mulheres, James Franco removeu protetores plásticos que cobriam as partes íntimas delas e passou a simular sexo oral nas atrizes.

Outras duas, que eram estudantes de cinema, disseram que ele ficava muito bravo quando as mulheres não aceitavam fazer topless durante as gravações.

Segundo o LA Times, o advogado do ator negou as acusações e teria falado que uma resposta já veio durante a entrevista com Stephen Colbert, quando ele disse:

Na minha vida eu tenho orgulho de me responsabilizar pelo que eu fiz. As coisas que eu ouvi não são precisas, mas eu apoio completamente que as pessoas digam o que pensam porque durante muito tempo elas não tinham uma voz. Eu não quero calar ninguém, de forma alguma. Eu acho que é algo bom e eu apoio.

Você pode assistir à nova entrevista de James Franco logo abaixo.

Compartilhar

Comentários