Foo Fighters cogita virar atração fixa em clube de Las Vegas

Durante show em cassino no Réveillon, Dave Grohl considerou hipótese da banda virar uma atração residente da cidade no futuro

Foo Fighters
Foto: Divulgação
 

A cidade de Las Vegas nos Estados Unidos é mundialmente conhecida pelos seus luxuosos cassinos, que na maioria das vezes também operam como grandes hotéis e resorts na área. Muitos artistas que fazem essas performances na cidade acabam agendando residências nesses locais, onde fazem shows constantes (às vezes diários), como se fossem uma peça musical de teatro em cartaz durante meses.

Esse foi o caso para a cantora Britney Spears, que há alguns anos se tornou uma atração fixa na cidade, e aparentemente Dave Grohl cogita um movimento parecido para o Foo Fighters antes da aposentadoria no futuro.

Pelo menos esse foi o tom dos seus comentários durante apresentação que a banda fez na festa de ano novo do Cosmopolitan, um dos mais famosos resorts e cassinos da cidade, segundo relatos da publicação Las Vegas Weekly:

Quando o líder do Foo Fighters, Dave Grohl, listou os artistas que competiam com a banda na festa de Réveillon da cidade de Las Vegas – Maroon 5, Bruno Mars, Britney Spears – a plateia dentro do hotel Cosmopolitan entrou em uma erupção de vaias, e enquanto Dave tentava acalmar os fãs, ficou claro que sua lendária banda de rock oferece um grande contraste em relação ao espetáculo típico de ano novo em Vegas.

Mais tarde no show, Grohl abriu a possibilidade de os Foos lançarem a sua própria residência na cidade, tocando shows de 3 horas todas as noites com um setlist variado em um clube pequeno e suado. Ele disse que os membros da banda trabalharam com a hipótese por volta de uns 4 anos atrás, mas podem retornar a ela ‘algum dia antes que nós tenhamos 70 anos’.

Ao contrário do processo de composição do oitavo disco da banda, Sonic Highways, onde os Foos atravessaram várias cidades do seu país natal, pode ser que dessa vez eles fixem suas raízes na capital do entretenimento adulto norte-americano.

Comentários