Novos vídeos: Lucas Santtana, Stereophant, Triunfe e Rubens

Confira alguns clipes nacionais lançados recentemente

lucas santtana
Foto: Divulgação
 

Lucas Santtana

Lucas Santtana divulgou o clipe de “Streets Bloom”, faixa de seu sétimo disco de estúdio Modo Avião. A direção é de Patricia Lobo e serve de homenagem a megalópole São Paulo.

No vídeo, imagens sobrepostas e cortadas criam uma espécie de caleidoscópio de cores que busca destacar os espaços urbanos da cidade paulista.

Streets Bloom by Lucas Santtana on VEVO.

Stereophant

Stereophant
Foto: Divulgação

A banda carioca Stereophant divulgou o segundo clipe de seu álbum Mar de Espelhos lançado no segundo semestre de 2017.

“Tem Algo Estranho No Ar” inicia a história de três partes do personagem e segundo o vocalista Alexandre Rozemberg, a faixa conta sobre o momento que ele percebe que algo está errado mas ainda se sente inseguro para ter uma atitude.

“Todas as portas que abri me levaram pro mesmo lugar / Eu me perdi apesar de tantos instrumentos para me guiar / Para onde devo ir?”, canta Alexandre.

O vídeo foi gravado durante o Rio Novo Rock em Setembro e produzido pelo próprio vocalista da banda.

Triunfe

Banda Triunfe
Foto: Reprodução / Facebook

Inspirados no hardcore melódico, o Triunfe divulgou o clipe “Sapiens”, faixa do disco de estreia Alcatéia.

Dirigo por Alexandre Lima e Fábio Roque, o vídeo carrega a mensagem que devemos dar atenção às questões sociais que enfrentamos e buscar refletir sobre nossas ações e decisões a respeito delas.

Rubens

Rubens
Foto: Lua Wagner

Rubens, conhecido pelos seus trabalhos com Mustache & Os Apaches e Mescalines irá lançar seu primeiro álbum solo no primeiro semestre de 2018 e para mostrar um pouco do que podemos esperar do disco, ele divulgou o clipe “Terra é de Ninguém”.

Gravado no Deserto do Saara, o vídeo marca a estreia do novo single do disco Existe Um Cachorro Faminto Na Minha Barriga Latindo Pra Você que promete amarrar os dois lados do músico.

“O meu trabalho solo une o que sou no Mustache & os Apaches, que é meu lado mais canção, com meu lado nos Mescalines, que é o trabalho mais instrumental, guitarras em afinações abertas”, ele explica.

Comentários