Twiggy Ramirez e Marilyn Manson
Foto de Twiggy Ramirez e Marilyn Manson via Shutterstock
 

Marilyn Manson foi capa da edição especial de Natal da revista britânica Kerrang! e tocou em um tópico polêmico na longa entrevista.

Entre os assuntos abordados, veio à tona seu relacionamento com o baixista Twiggy Ramirez, que foi demitido da banda em Outubro do ano passado após sua ex-namorada Jessicka Addams (Jack Off Kill) o acusar de estupro no relacionamento que tiveram nos anos 1990.

Twiggy foi o compositor principal da banda em cinco discos, incluindo os clássicos Mechanical Animals (1998) e Antichrist Superstar (1996), mas Manson admitiu que nos últimos anos a parceria dos dois já não andava muito bem e enalteceu sua parceria atual com Tyler Bates, compositor e produtor dos dois últimos discos do cantor, The Pale Emperor (2015) e Heaven Upside Down (2017).

Não me divorciei do Twiggy como amigo ou irmão porque ainda me importo muito com ele, mas não posso dizer que minha relação musical com o Twiggy tem sido boa há anos. Minha relação com o Tyler Bates no The Pale Emperor fez algo se abrir em mim e eu não queria que energias negativas voltassem na minha vida.

E ainda completou dizendo:

Houve outras pessoas na minha vida que eu achei que fossem amigos e que tive de cortar relações esse ano, muitas traições que me surpreenderam, e eu tive que limpar a casa e adotar uma nova atitude. As pessoas confundiram minha gentileza e generosidade com fraqueza, então adotei essa nova atitude, tipo, “se você foder comigo, vão ter consequências.” Tenho problemas com intimidade. Isso talvez soe estranho dado que estamos deitados juntos em uma cama, mas enfim…

 
 
Compartilhar