Spotify em smartphone
Foto via Shutterstock
 

A Wixen Music Publishing está entrando com um processo contra o Spotify, alegando que a empresa está usando músicas de seu catálogo administrativo sem as licenças ou pagamentos necessários, como aponta o The Hollywood Reporter.

A empresa busca o equivalente de 5 bilhões de reais de compensação pelo processo, além das despesas dos advogados e um alívio injuntivo que obrigaria o Spotify a “desenvolver e implementar procedimentos para identificar e propriamente licenciar músicas”.

Atualmente, o catálogo da Wixen é composto por músicas de artistas como Tom Petty, Neil Young, Weezer, The Black Keys, Kim Gordon, Stevie Nicks, The Doors e muitos outros. Por sua vez, os advogados do Spotify entraram com documentos argumentando que os contratos sob posse da Wixen não permitem que a empresa entre com um processo no lugar dos próprios artistas.

Você pode conferir os documentos do processo clicando aqui.

 
 
Compartilhar