braza
Foto: Marcio Isensee
 

Recentemente, o BRAZA lançou o videoclipe de “Moldado Em Barro”, gravado no Rio Tapajós, no Pará, em homenagem aos povos tradicionais da Amazônia. Durante as filmagens, a banda também registrou um documentário com depoimentos de diversas pessoas ligadas à região.

A ideia surgiu de Marcio Isensee, fotógrafo e videomaker responsável pela realização do clipe. Além de irmão do vocalista do BRAZA, Vitor Isensee, Márcio também é amigo de longa data dos outros integrantes, Danilo Cutrim e Nícolas Christ, e trabalhou durante alguns anos com o Forfun.

Para aproveitar os dez dias imersos entre o urbano de Santarém e determinadas Áreas de Conservação Ambiental de parte da exuberante Floresta Amazônica, os quatro decidiram que além do vídeo para a música, realizariam também um documentário.

Moldado em Água – Uma viagem Pelo Baixo Tapajós busca sublinhar a importância dos conhecimentos e valores tradicionais. O documentário tem depoimentos de Domingos dos Santos (Cacique Munduruku de Bragança), Mestre Chico Malta (Compositor, Violão e Voz) e Cláudio Matias (Percussão) do Grupo Cobra Grande Carimbó, Maria Margarete (Líder da Associação de Moradores do Bairro Vista Alegre do Joá), Luiz Antônio Melo (Comunidade Ribeirinha São Domingos), Manoel Pires (Representante da Associação de Moradores do Bairro Maracanã) e Giuliana Henriques e Felipe Garcia (paulistas residentes há 10 anos, pesquisadores da região e produtores locais do documentário).

De acordo com o grupo, “o objetivo é dar visibilidade e voz a uma região de riquezas naturais, tradições culturais e sociais importantes que vem sofrendo com a ganância e a cegueira ecológica e social de modelos econômicos (ditos) desenvolvimentistas”.

O trabalho é uma reflexão sobre desmatamento de florestas, destruição de áreas indígenas, extinção de Áreas de Conservação, trabalho escravo, opressão de ocupações em terras devolutas, e a desigualdade social como um todo.

Confira:

 
 
Compartilhar