40 – Royal Blood – How Did We Get So Dark?

Ouça o novo single da Majur!

capa do disco "how did we get so dark?" do royal blood

Após lançar um disco de estreia às pressas por conta do sucesso de seus primeiros shows, a dupla britânica Royal Blood rodou o mundo e reuniu essas experiências todas em seu segundo álbum, How Did We Get So Dark?

O disco mostra a consolidação de uma sonoridade própria e aponta para um futuro interessante.

Gênero: Rock And Roll

 

39 – Converge – The Dusk In Us

Converge - The Dusk In Us

Toda vez que o Converge lança um disco, temos que prestar atenção. A banda é um dos nomes mais influentes na mistura de hardcore com heavy metal e o faz com uma precisão incrível ao mesmo tempo em que mostra criatividade e sensibilidade para criar canções das mais incríveis.

The Dusk In Us é mais uma adição impecável ao já consagrado catálogo do grupo e merece a sua atenção.

Gênero: Metalcore / Post-Hardcore

 

38 – Willow Smith – The 1st

Willow Smith - The 1st - capa

Com apenas 17 anos de idade, Willow Smith já se livrou rapidamente do peso de ser filha de Will Smith, e em 2017 lançou seu segundo disco de estúdio, The 1st.

Uma voz incrível, arranjos voltados ao folk e letras honestas fazem do álbum um baita trabalho.

Gênero: Folk / R&B

 

37 – New Found Glory – Makes Me Sick

New Found Glory - Makes Me Sick

A icônica banda de pop-punk passou por momentos difíceis na carreira, saída controversa de integrante, queda na popularidade do estilo e mais, porém seus shows continuam com a mesma energia de quando todos eram moleques e os álbuns continuam saindo.

Makes Me Sick é o nono disco de estúdio do New Found Glory e o melhor da banda desde o ótimo Coming Home, de 2006.

Gênero: Pop/Punk

 

36 – Ryan Adams – Prisoner

Ryan Adams - Prisoner

Prolífico como poucos de seus pares, Ryan Adams voltou a produzir material em 2017, dessa vez com o disco Prisoner, décimo sexto da carreira e um belo remédio para passar por tempos tão difíceis como os que vivemos.

Gênero: Folk / Indie Rock

 

35 – Slowdive – Slowdive

Slowdive - Slowdive

22 anos após seu último trabalho, a mega influente banda shoegaze Slowdive voltou a lançar um disco de estúdio e fez bonito com seu quarto álbum, agradando fãs e críticos que esperaram tanto tempo por novas canções.

Gênero: Shoegaze / Rock Alternativo

 

34 – Residente – Residente

Residente

Aproveitando o hiato da sua influente banda, Calle 13, o músico porto-riquenho Residente resolveu lançar o primeiro disco solo da carreira, e ele é especial.

Após um teste de DNA que mostrou que Residente é descendente de povos de várias partes do mundo, ele foi a esses países e gravou 13 faixas com músicos locais resultando em hip hop e urban music da melhor qualidade.

Gênero: Hip Hop / Urban Music

 

33 – Bjork – Utopia

Björk - Utopia

Quem também lançou seu nono disco de estúdio em 2017 e fez bonito foi a cantora islandesa Björk, que com Utopia apresenta um trabalho denso, para ser digerido aos poucos, e que cresce bastante com o passar do tempo.

Gênero: Art-pop / Folk / Experimental

 

32 – Tyler, The Creator – Flower Boy

Tyler, The Creator - Flower Boy

Mantendo a tradição de lançar discos a cada dois anos, Tyler, The Creator voltou em 2017 com seu quarto álbum e contou com um time de convidados como Frank Ocean, A$AP Rocky, Lil Wayne e Jaden Smith para fazer um dos melhores trabalhos da carreira.

Gênero: Hip Hop

 

31 – Sorority Noise – You’re Not As _______ As You Think

Sorority Noise - You're Not As ______ As You Think

Seguindo o sucesso do seu disco anterior, a ótima Sorority Noise resolveu mexer nas feridas e lançou seu terceiro disco de estúdio o descrevendo como um “trator de emoções”.

Não à toa, já que a expressão simboliza muito bem o fato de que as canções falam dos assuntos mais pessoais e pesados possíveis, como depressão e suicídio.

O resultado é um disco brutalmente honesto e muitíssimo bem executado.

Gênero: Emo / Post-Hardcore