Victor Olivatti
 

Psicodelia Tropical Brasileira. É assim que Victor Olivatti define a música que faz.

O paulista iniciou sua carreira em 2013, ano em que voltou dos Estados Unidos e começou a trabalhar em suas composições. Utinga, seu disco de estreia, saiu em 2015, mas só agora chegou às plataformas de streaming. O título vem do tupi “água branca”, também nome do bairro onde o músico cresceu.

Em suas músicas, arrisca sons que percorrem os universos do samba ao baião, passeando pela bossa nova e, ao mesmo tempo, trazendo elementos de folk, jazz e blues. Ele também é influenciado pelos artistas que consagraram o movimento brasileiro “Tropicália”.

Victor Olivatti está agora preparando As Plantas Falavam e os Animais Bailavam, seu segundo álbum. O registro ainda não tem previsão de lançamento.

Uma curiosidade bem legal sobre o artista é que quando Devendra Banhart se apresentou em São Paulo, em Setembro, ele chamou um fã ao palco para cantar uma composição própria e quem foi lá (e mandou muito bem, por sinal) foi Olivatti. Dá para ler nossa resenha sobre o show aqui.

Ouça o novo disco de Caetano Veloso!