Natália Carreira
Foto: Divulgação
 

A cantora brasiliense Natália Carreira disponibilizou o seu EP de estreia, intitulado Pertencer.

Com uma sonoridade simples e delicada, o primeiro trabalho da também artista plástica traz instrumental minimalista e o peso de influências enraizadas no indie folk e no MPB, através da sua voz suave, que perpassam pelas quatro faixas.

Com produção de Gustavo Halfeld, Pertencer contou com participação dos músicos Hélio Miranda Kelton Gomes. A arte da capa tem assinatura colaborativa dos artistas brasilienses Gabriel Meireles e Pryscilla Dantas.

Ouça:

Conflito

Conflito
Foto: Renan Facciolo

Os paulistanos da banda Conflito divulgaram seu disco de estreia, Zona de Conforto.

As dez faixas de seu primeiro trabalho exploram lados emocionais de uma pessoa comum, com letras objetivas que seguem à risca a proposta do disco e um instrumental que enaltece as influências do rock em sua melhor forma.

A banda trata de temas internos do ser humano e enxerga a precisão de refletir diante do modo de ver a própria vida, sem deixar de lado a peculiaridade artística. Ouça:

Ju e os Ipês

Jú e os Ipês
Foto: Jeffe Rosier

A banda brasiliense Ju e os Ipês lançou recentemente seu EP homônimo. A parceria feita entre a cantora e compositora Ju Cardoso com o produtor e tecladista Iko Flores resultou em uma boa estreia.

Caminhando entre a leveza e da intensidade, as cinco faixas que compõem o disco trazem letras objetivas e instrumental simples, com referências do jazz e do blues.

Ju e os Ipês também conta com a participação do baterista Thiago Cunha e de Fernando Rodrigues no baixo. Ouça na íntegra:

Siso

Siso
Foto: Suelen Calonga

O músico mineiro Siso divulgou recentemente seu disco, Saturno Casa 4.

Com produção assinada pelo próprio cantor, por Christopher Mathi, Lasyten, Alexis Gotsis e Mettabbana, o disco conta com participações das cantoras Letrux e Paula Cavalciuk. 

Após o ótimo EP Terceiro Molar (2016), Saturno Casa 4  estreia com batidas dançantes influenciadas pelo funk melody, e letras que sintetizam cargas emocionais das raízes do passado.

“Saturno Casa 4 é um álbum sobre as violências estruturais que nos regem: familiar, religiosa, social, econômica, institucional. E ainda assim busca um jeito de atravessá-las, tentando preservar alguma leveza no meio disso tudo”, enfatiza Siso.

Ouça na íntegra: